Com alto índice de contaminação por Covid-19, abertura escalonada do comércio preocupa em Aparecida

Município inicia nesta segunda-feira, 15, isolamento social por escalonamento regional. Oito bairros tem mais de mil casos confirmados da doença

Avenida Igualdade, em Aparecida de Goiânia | Foto: Rodrigo Estrela/ Aparecida

A Prefeitura de Aparecida  de Goiânia vai começar a adotar o modelo de isolamento social intermitente, por escalonamento regional a partir desta segunda-feira, 15. Porém, a medida tem causado preocupação já que os números do painel da Covid-19 no município mostram a alta taxa de contaminação pelo vírus.

Em relação aos bairros, do total, oito tem número de contaminação superior a mil casos confirmados da doença, são eles: Jardim Buriti Sereno com 2.348; Cidade Vera Cruz com 2.236; Jardim Tiradentes com 1.691; Setor Garavelo com 1.379; Garavelo Residencial Park 1.148; Sítios Santa Luzia com 1.092; Independência Mansões com 1.025 e Parque Veiga Jardim com 1.020.

Outros 23 bairros aparecem com número de casos variando de 950 a 503, são eles: Vila Brasília com 950; Jardim Olímpico com 879; Colina Azul com 835; Jardim Maria Inês com 802; Setor dos Afonsos com 801; Jardim Tropical com 760; Jardim Alto Paraíso com 740; Bairro Cardoso Continuação com 719; Mansões Paraíso com 716; Cidade Satélite São Luiz com 712; Expansul com 684; Jardim Nova Era com 680; Pontal Sul Acréscimo com 680; Parque das Nações com 666; Jardim Bela Vista Continuação com 654; Cidade Livre com 614; Setor Serra Dourada – 3° Etapa com 608; Jardim Helvécia com 553; Vila Maria com 547; Bairro Itapõa com 544; Vila Cruzeiro do Sul com 529; Setor Aeroporto Sul com 514 e Vila Oliveira com 503. Os demais bairros apresentam números que vão de 446 até 1 em casos da Covid-19.

Os percentuais de contaminação apresentam-se maiores entre as faixas etárias de 30 a 39 anos e de 20 a 29 anos, somando  as duas dá-se um total de quase 50%. Segundo último boletim divulgado pela prefeitura, nas últimas 24 horas foram confirmados 181 casos da doença.

Em Aparecida, a ocupação total dos leitos de UTI está em 93%, sendo 96% geral e Covid-19, na rede pública e na rede privada está em 85%. Somente os leitos destinados ao tratamento do vírus na rede pública está com ocupação em 97% e em 96% na rede privada.

Motivação

Dados do Painel da Covid-19 em Aparecida | Foto: reprodução

Segundo a prefeitura, a decisão pela retomada do escalonamento regional, que havia sito adotado entre os meses de junho e agosto de 2020 e obteve a adesão de 98% da população, foi tomada após avaliação do cenário epidemiológico da cidade 14 dias depois da suspensão das atividades econômicas não essenciais iniciada em 1° de março.

De acordo com os dados técnicos da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade encontra-se hoje no cenário laranja, ou seja, risco alto de contaminação. Desta forma, a cidade ficará dividida em 10 macrozonas, fecha duas vezes de segunda a sexta-feira e a cidade inteira fecha aos sábados a partir às 13 horas e aos domingos o dia todo, com exceção de alguns serviços essenciais. Esta modalidade por escalonamento regional é restritiva e considera ciclo de 28 dias, fechando de forma escalonada 3,5 dias da semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.