65 mil doses de AstraZeneca serão destinadas exclusivamente aos profissionais de saúde

Em coletiva no início desta tarde, governador Ronaldo Caiado (DEM) falou da expectativa por mais 30 mil doses da CoronaVac que devem chegar na próxima quarta-feira, 27

Governador Ronaldo Caiado (DEM) | Foto: Reprodução

Diferente do que era esperado inicilamente, Goiás não recebeu as 140 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, mas apenas 65,5 mil doses. Com o número reduzido, a vacinação será mantida apenas o primeiro grupo prioritário: profissionais de saúde e idosos em abrigo.

Isso porque, a pedido do Ministério da Saúde, os estados repassaram 50% de seus imunizantes para Manaus, que vive um colapso no sistema de saúde.

De acordo com o governador, as novas doses serão destinadas exclusivamente aos profissionais de saúde. “Primeiro será para os hospitais de campanha, depois todos os outros hospitais, independente de serem filantrópicos ou particulares, depois nós teremos as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), o Samu, as UBS (Unidade Básica de Saúde) e por fim os consultórios e laboratórios. Então essa vacina não será feita aos idosos. Só autorizaram a cidade Manaus para utilizar a vacina para idosos, o restante do Brasil fica sendo obrigatório a imunização apenas dos profissionais de saúde”, afirmou Caiado.

O secretário de Saúde, Ismael Alexandrino, as novas doses serão suficientes para imunizar cerca de 27% dos profissionais de saúde do estado, totalizando um total de 60% imunizados com as duas remessas já chegaram a Goiás.

Os municípios goianos receberão as doses da vacina no mais tardar nesta segunda-feira, 25.

Caiado falou ainda da expectativa de já nas próximas remessas iniciar a vacinação de idosos acima de 80 anos. “Esperamos na próxima quarta-feira receber 30 mil doses da CoronaVac. A nossa interferência foi no sentido de, nas próximas distribuições, podermos também adequar qual é a faixa de acordo com a epidemiologia de cada estado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.