Com 55 novos respiradores, Goiás pode aumentar leitos de UTI para Covid-19

Ventiladores pulmonares foram adquiridos de fornecedora italiana. Governo estadual adquiriu 50 unidades e Enel doou outras cinco

Carregamento de respiradores chega a Goiânia | Foto: Divulgação

Novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) devem ser abertos no Estado com a aquisição de 55 respiradores novos, adquiridos para equipar HCamps e unidades de saúde que destinam alas para pacientes com Covid-19. Destes, 50 foram comprados pelo Governo do Estado e outros cinco foram doados pela Enel.

Os aparelhos, que já se encontram em Goiânia, são de um fabricante italiano que atualmente vende os excedentes de produção para outros países. O investimento custou aos cofres do Estado R$82.489,80 por aparelho, ou R$3.491.218,75 pelos 50 aparelhos. A distribuição dos equipamentos serão de acordo com as demandas estabelecidas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO).

O Comitê intersecretarial, criado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) para acompanhar os trâmites de compras e contratações durante a pandemia, acompanhou a aquisição dos aparelhos. Fazem parte do grupo, representantes da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), Controladoria-Geral do Estado (CGE), Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-GO) e Procuradoria-Geral do Estado (PGE).

O primeiro chamamento público para orçamento de preços ocorreu em 16 de abril, no qual 12 propostas foram analisadas e apenas uma respondeu às especificações técnicas solicitadas. A compra, no entanto, não pôde se concretizar por conta do período de entrega dos equipamentos, de 180 dias.

Novo chamamento publicado em 12 de maio trouxe dois novos fornecedores que atendiam às solicitações. A decisão ficou entre a Camera Di Commercio Italo Brasiliana, que apresentou os aparelhos da fábrica italiana Siare Engineering International Group s.r.l., e a Belog Brasil, no qual a italiana venceu por critério de preço. O valor do concorrente era de R$118 mil por aparelho.

A SSP-GO realizou uma análise da empresa junto ao Consulado e à Polícia Italiana para dar segurança ao processo de aquisição. Com isso, ficou constatada a integridade da empresa fornecedora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.