CNT aponta melhora na qualidade das estradas de Goiás

Índices de “boa” e “ótima” trafegabilidade aumentou 200% desde o ano passado

Goiás saltou do 14º para o 9º lugar dos Estados com a melhor malha viária do País. Pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Transporte (CNT) aponta melhorias de 200% nas estradas e rodovias estaduais.

No quesito rodovias “boas e ótimas” condições de trafegabilidade, eram 5,3 % em 2015, neste ano, são 15,6%. Segundo a Agência Goiana de Obras e Transportes, as que foram apontadas pela CNT com problemas estão incluídas no programa Rodovida Reconstrução III, cujas obras já foram licitadas, contratadas e receberam ordens de serviço de início.

De uma malha de 12 mil quilômetros, a Agetop reconstruiu 5,5 mil, restando apenas 2 mil para serem reconstruídos.

A pesquisa CNT de Rodovias deste ano percorreu e avaliou 103.259 quilômetros de rodovias federais e estaduais pavimentadas em todo o País, um acréscimo de 2.496 km em relação à pesquisa de 2015.

Em 2016, da extensão total avaliada, 58,2% apresentaram algum tipo de deficiência,
seja no Pavimento, na Sinalização ou na Geometria da Via. Desse total, 34,6%
encontram-se em estado Regular, 17,3% Ruim e 6,3% Péssimo, comprometendo
significativamente o desempenho operacional e a segurança dos usuários.

Veja abaixo avaliação da CNT:
estradas-goias

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.