Uma clínica veterinária foi interditada após ser flagrada mantendo animais mortos fora da câmara de refrigeração, além de ter medicamentos vencidos há quase um ano no estoque, em Goiânia. O flagrante ocorreu nesta segunda-feira, 17, depois de denúncias de irregularidades envolvendo o estabelecimento.

LEIA TAMBÉM  

Veterinária é presa por maus-tratos em clínica clandestina de Luziânia; veja vídeo

Hospital veterinário público deve voltar à pauta da Câmara de Goiânia

Durante a fiscalização da Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor de Goiás (Procon-GO), no Setor Coimbra, foram encontradas cerca de 230 unidades de medicamentos, incluindo injetáveis, que estavam fora da data de validade desde outubro de 2022. Ao todo, foram apreendidos  42kg de produtos veterinários.

Segundo o órgão, os locais onde os “pacientes” eram mantidos não apresentavam condições ideais de higiene, sendo que alguns animais mortos estavam fora da geladeira há mais de 24 horas. A veterinária, proprietária da clínica, ainda estava com o registro no Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Goiás (CRMV) suspenso. 

A profissional, porém, continuava realizando atendimentos no estabelecimento, que contava com um laboratório irregular – sem a autorização das autoridades sanitárias competentes. A clínica foi autuada por  infringir oferecer produtos e serviços considerados perigosos, não fornecer informação de maneira clara e adequada ao consumidor, além de colocar no mercado qualquer produto ou serviço em desacordo com as normas dos órgãos competentes. 

A empresa também responderá por sanções junto a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), CRMV e Vigilância Sanitária, que também participaram da fiscalização. 

Clínica funcionava sem alvará licença | Foto: Divulgação/Procon-GO