Cliente ataca funcionária do Mc Donald´s em discussão sobre canudo de plástico

Caso aconteceu no Mc Donald´s da Flórida (EUA) 

Homem agrediu funcionária por falta de canudos de plásticos no balcão. Agressão foi filmada por outra cliente e suspeito está preso aguardando julgamento | Foto: Reprodução.

Um cliente foi filmado agredindo uma funcionária do Mc Donald´s em uma unidade na cidade de St. Petersburg, na Flórida (EUA), no dia 30 de dezembro passado, um domingo, após discutirem sobre a falta de canudos de plásticos no balcão de condimentos.

Uma outra cliente que gravou o vídeo afirmou que o homem voltou irritado ao balcão de atendimento e se dirigiu à atendente. “Ela disse que agora era lei que as lojas não tivesse mais canudos de plásticos disponíveis no balcão”, disse Brenda Biandudi, a autora do vídeo, ao jornal The Wasghinton Post. Em seguida, ela conta que o homem respondeu a funcionária dizendo “que essa lei não existia” e começou a agressão. A balconista revidou o ataque.

O poder Legislativo municipal da cidade votou pela proibição de canudos de plásticos a partir de 2020, com um período de carência iniciado em 2019.

Após a discussão, o cliente que acatou a funcionária pediu a demissão da mesma e ela retrucou dizendo que o homem seria preso. A polícia local foi acionada, mas quando os policiais chegaram, o homem tinha ido embora.

Os policiais apreenderam um morador de rua identificado como Daniel Willis Taylor, 40 anos. Os agentes disseram que o agressor não portava arma, mas havia indício de que ele estivesse alcoolizado.

O suspeito responderá por duas acusações de agressões e foi instruído a não se aproximar do restaurante e da trabalhadora. Ele aguarda julgamento e está preso no condado de Pinellas.

3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Cesar De Ricardo de Albuquerque

Ele deu sorte que ela não estava fritando batatas e não era o turno da Amanda Nunes.
Alguém precisa avisa ao próximo embaixador que é má ideia fazer hambúrguer pra nos Estados Unidos.

Mhelena

Se fosse no Brasil, a atendente que iria presa e ao da mais sendo negra…

Sílvia Maria Rodrigues Machado

Lá a lei funciona , se fosse aqui no Brasil não daria nada parabéns ao Mac Donald apoiou a funcionária, e parabéns a funcionária que não deixou barato para esse imbecil.