Clássico entre Vasco e Flamengo termina com um morto no Rio de Janeiro

Vítima de 26 anos era torcedora do time alvinegro. Após o fim da partida, torcedores vascaínos tentaram invadir o campo e arremessaram bombas contra adversários 

O jogo entre Vasco e Flamengo no último sábado (8/7) terminou com vitória de 1×0 do Rubro-negro e uma pessoa morta depois que torcedores vascaínos entraram em confronto com a Polícia Militar (PM). David Rocha Lopes tinha 26 anos, era torcedor do Vasco da Gama e morreu baleado no peito.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio, ele já chegou morto ao Hospital Municipal Souza Aguiar, depois deter sido socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Outros três torcedores foram hospitalizados na mesma unidade depois de terem sido baleados.

A confusão teve início após o término do jogo, quando torcedores tentaram invadir o campo e começaram a arremessar bombas e outros objetos no campo, depredar cadeiras e brigar nas arquibancadas. A polícia reagiu com bombas de gás lacrimogênio e pimenta e, enquanto isso, outros agentes cercavam os jogadores no gramado, que tiveram que esperar 20 minutos para conseguir entrar para os vestiários.

Durante todo o jogo foram registradas brigas entre vascaínos e flamenguistas, mas a PM conteve os confrontos. Fora do estádio, as torcidas continuaram a se enfrentar. Com a confusão, o procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Felipe Belilacqua, já adiantou que vai pedir a interdição do estádio São Januário, do Vasco.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.