Este longínquo planeta azul pode parecer um refúgio amigável – mas não se engane! O clima aqui é mortal. A cor azul cobalto do planeta vem de uma atmosfera nebulosa e incendiada contendo nuvens atadas com vidro.

Informações do planeta divulgadas pela Nasa | Foto: Reprodução

A descoberta foi feita por cientistas da Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos, por meio do Telescópio Espacial James Webb. Eles utilizaram os dados do telescópio para estudar o exoplaneta conhecido como HD 189733 b, um gigante gasoso do tamanho de Júpiter.

Além da cor azul cobalto do planeta, outro detalhe chamou atenção dos cientistas. Durante as investigações, eles encontraram traços de sulfeto de hidrogênio, a molécula responsável pelo cheiro característico de ovos podres e dos gases liberados pela flatulência de seres humanos.

Apesar dessas características, o exoplaneta tem temperaturas escaldantes, de cerca de 1 mil ºC por causa da sua proximidade com o seu sol e por ser formado basicamente por gases e ventos de mais de 8 mil km por hora. “Portanto, se o seu nariz pudesse operar a 1.000°C a atmosfera cheiraria a ovos podres”, disse o Dr. Guangwei Fu, astrofísico da Johns Hopkins que liderou a pesquisa.

O exoplaneta está a 64 anos-luz da Terra e foi batizado como “Júpiter quente” mais próximo que astrônomos podem observar passando diante de sua estrela. Isto o tornou, desde que foi descoberto, em 2005, uma referência para estudos detalhados de atmosferas exoplanetárias.

Para se ter uma ideia da distância, ele está cerca de 13 vezes mais próximo de sua estrela do que Mercúrio está do Sol. Ele leva cerca de dois dias terrestres para completar uma órbita.

Leia também:

Planeta tem o 9º mês consecutivo de recorde de temperatura

Alinhamento raro de 6 planetas poderá ser visto a olho nu