Cidades goianas são escolhidas por montadoras de automóveis para lançar de novos produtos

Três empresas do ramo com unidades fabris no estado investem em Catalão e Anápolis

Foto: Divulgação

Empresas do ramo automobilístico anunciaram nesta quinta-feira (8/11) que vão realizar o lançamento de novos carros em cidades goianas. A Mitsubishi Motors vai investir R$ 300 milhões para produzir um novo SUV, em Catalão. A Suzuki Veículos produzirá o Jimny Sierra, também em Catalão. Caoa Chery vai produzir três SUVs em sua unidade em Anápolis.

O investimento será viabilizado pelo programa de incentivos do Governo de Goiás. As empresas participam do Salão do Automóvel de São Paulo, na capital paulista, que foi aberto ontem para a imprensa. O evento será aberto ao público hoje (8/11) e vai até o próximo dia 18.

Goiás disputa com o Rio de Janeiro o quarto lugar em número de montadoras que se instalaram no Estado nos últimos 20 anos atraídas pelos incentivos oferecidos pelo Governo Estadual através dos programas Produzir e Fomentar, da Secretaria de Desenvolvimento (SED).

Na manhã desta quarta-feira (07/11), no Salão do Automóvel de São Paulo 2018, a Mitsubishi Motors anunciou que vai investir R$ 300 milhões para produzir o novo SUV Eclipse Cross a partir do segundo semestre de 2019, na fábrica de Catalão, no Sudeste de Goiás. Os recursos serão direcionados às áreas de infraestrutura, equipamentos e em outras etapas de montagem. Serão gerados 200 novos empregos com o investimento.

O presidente da Mitsubishi, Robert Rittcher, revelou também que estão adiantadas as negociações com a matriz da montadora japonesa para a montagem da Pajero Sport na unidade de Catalão, onde atualmente são produzidos modelos ASX, Lancer e a picape L200.

Embora não tenham especificado o montante dos investimentos, a Suzuki Veículos, com montadora em Catalão, vai passar a produzir, também, até 2020, o Jimny Sierra, a mais nova versão do SUV compacto.

Em Anápolis, a Caoa Chery passará a produzir três SUVs. O Tiggo 8, além dos utilitários esportivos Tiggo 5X, que chega no mercado no próximo mês, e o Tiggo 7. O novo carro, o Tiggo 8, com sete lugares, será lançado em 2019 para ser o topo de linha da montadora chinesa no Brasil.

Estão presentes no Estado as montadoras Mitsubishi Motors, Suzuki Motors e John Deere, em Catalão; a Hyundai Caoa e a Caoa Chery, em Anápolis e a Jac Motors, que tem projetos para Itumbiara.

O secretário de Desenvolvimento, Leandro Ribeiro, lembra que essas empresas ajudaram a diversificar o parque industrial de Goiás e a interiorizar o desenvolvimento econômico e social, com a geração de milhares de empregos e contribuem fortemente para o incremento do Produto Interno Bruto goiano que este ano deverá superar a cifra de R$ 200 bilhões. “Esse é mais um dos legados dos governos Marconi Perillo e José Eliton para o povo goiano”, disse Ribeiro.

A primeira montadora a se instalar em Goiás foi a Mitsubishi Motors do Brasil, em Catalão, em 2003, que depois também levou para o seu parque industrial a Suzuki Veículos. Em 2007, foi a vez da Hyundai Caoa inaugurar suas instalações em Anápolis. Nos últimos quatro anos chegaram a Jac Motors e a Caoa Chery. A norte-americana John Deere se instalou em Catalão em 1999 e produz colheitadeiras de cana e pulverizadores.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.