Charles Bento diz que só vai se preocupar com troca de partido em 2030

Parlamentar só pensará em trocar de partido daqui a 12 anos, quando a cláusula de desempenho partidário ficar mais rigorosa

Deputado estadual reeleito descarta alteração partidária no momento e sugere fusão com PSL para não serem prejudicados na próxima eleição | Foto: Divulgação

Não está nos planos do deputado estadual Charles Bento (PRTB) se preocupar com mudança de partido, fusão com outra legenda ou cláusula de desempenho nos próximos anos. Bento foi reeleito com 18.626 votos e puxou mais um colega Julio Pina, eleito com 13.148 votos.

O empresário afirma que ainda é cedo para pensar em trocar de partido, mesmo tendo recebido convites de várias siglas, segundo ele. “Parece que temos um tempo grande para pensar nisso, até 2030 ainda. A cláusula de barreira poderá nos prejudicar na próxima eleição. Mas o importante é que vencemos a eleição e temos mandatos”, ressalta o deputado.

Diante da possibilidade de fusão com o partido do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), Bento reconhece que seria o melhor para o PRTB – que também tem o vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão. “Por enquanto são boatos e algumas negociações. Mas se acontecer, seria o melhor para o partido porque não conseguiu atingir a cláusula de barreira [a nível de bancada no Congresso]”, sugere Bento.

O presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix, descartou qualquer processo de fusão neste momento, apesar de não se eleger para deputado federal em São Paulo. Em nota oficial divulgada em outubro, Fidelix diz que unir seu partido a outro seria “matar seu próprio filho”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.