Central de Regulação da SMS compatibiliza perfil de pacientes do Hugol

Além do Corpo de Bombeiros e do Samu, Central de Municipal de Regulação da Secretaria de Saúde da capital também vai encaminhar pacientes à unidade

hugol

Central Municipal de Regulação alimenta sistema que encaminha pacientes ao Hugol (foto) | Foto: Divulgação/Governo de Goiás

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) passa a regulamentar as atividades do novo Hospital de Urgências de Goiânia Otávio Lage de Siqueira, o Hugol da Região Noroeste, inaugurado no último dia 6 de julho.

Conforme informou o titular da pasta, Fernando Machado, ao Jornal Opção Online na quinta-feira (9), será feita fiscalização e mapeamento de leitos para que possa ser oferecido serviço eficiente aos pacientes.

A Prefeitura de Goiânia organizou um mapa de leitos e serviços do hospital por meio da Central Municipal de Regulação, responsável por reservar vagas no sistema. Diariamente o sistema é alimentado com os pacientes que estão aguardando na rede e os compatibiliza de acordo com o perfil do Hugol.

“Que tem um tipo de atendimento específico. Por exemplo, enviar um paciente neurocirúrgico se não tem um neurocirurgião no plantão. Por meio do mapa a central organiza para que não sejam encaminhados casos que o hospital não possa resolver e também não chegarem casos extremamente simples, que são sensíveis nas unidades básicas de saúde, como nos CAIs, CIAMs e UPAs”, explicou o secretário.

No caso do Hugol, serão encaminhados casos atendidos pelo Corpo de Bombeiros,Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pela própria Central de Municipal de Regulação.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.