CEI da Saúde aprova pedido de afastamento e indicia secretária Fátima Mrué

O prefeito Iris Rezende foi retirado do relatório após voto em separado 

Foto: Larissa Quixabeira/Jornal Opção

A secretária municipal de Saúde Fátima Mrué foi indiciada em três tópicos do relatório da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que analisa irregularidades da Saúde municipal. Todos os vereadores votaram contra a titular da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Além de casos de improbidade administrativa, Fátima é apontada por lesão corporal após suspensão de atendimento odontológico na capital.

O nome do prefeito Iris Rezende também estaria nos pedidos de indiciamento. Acontece que três vereadores, Carlin Café (PPS), Paulo Daher (DEM) e Anderson Bokão (PSDC), apresentaram voto em separado para que se retirasse o nome do emedebista.

Votaram contra o pedido os vereadores Dra. Cristina Lopes (PSDB), Elias Vaz (PSB) e Jorge Kajuru (PRP). Com o empate, coube ao presidente da comissão, vereador Clécio Alves (MDB), decidir, e ele desempatou favorável ao prefeito.

Primeiro tópico

No início da votação, os vereadores aprovaram o pedido de afastamento da secretária municipal de Saúde. Cinco vereadores acompanharam o voto do relator, o vereador Elias Vaz (PSB). Paulo Daher (DEM) foi o único que votou contra o pedido. O presidente da CEI, vereador Clécio Alves (MDB), vota apenas em caso de empate.

O relatório aponta má gestão por parte da secretária. “A falta de gestão se manifesta em diversas frentes. Na perda de recursos, como os do governo federal destinados ao SAMU e no desperdício do dinheiro público, como nos casos de latas de leite especial para crianças com validade vencida”, diz o texto, entre outros pontos.

O pedido será encaminhado ao prefeito de Goiânia Iris Rezende (MDB). As denúncias serão encaminhadas ao Ministério Público de Goiás.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) foi questionada pelo Jornal Opção, mas ainda não se manifestou sobre o caso.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.