CEI da Saúde aprova pedido de afastamento da secretária Fátima Mrué

Apenas o vereador Paulo Daher (DEM) votou contra a solicitação 

Secretaria Fátima Mrué | Foto: Alberto Maia

Os vereadores da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Saúde da Câmara Municipal de Goiânia iniciaram a votação do relatório final, nesta sexta-feira (18/5), com o tópico sobre o pedido de afastamento da secretária municipal de Saúde Fátima Mrué.

Cinco vereadores acompanharam o voto do relator, o vereador Elias Vaz (PSB). Paulo Daher (DEM) foi o único que votou contra o pedido. O presidente da CEI, vereador Clécio Alves (MDB), vota apenas em caso de empate.

O relatório aponta má gestão por parte da secretária. “A falta de gestão se manifesta em diversas frentes. Na perda de recursos, como os do governo federal destinados ao SAMU e no desperdício do dinheiro público, como nos casos de latas de leite especial para crianças com validade vencida”, diz o texto, entre outros pontos.

O pedido será encaminhado ao prefeito de Goiânia Iris Rezende (MDB). As denúncias serão encaminhadas ao Ministério Público de Goiás.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) foi questionada pelo Jornal Opção, mas ainda não se manifestou sobre o caso.

Pedido de vista

No segundo tópico, que trata das irregularidades nos leitos de UTI, o vereador Paulo Daher (DEM) pediu vista e todos os vereadores foram contra.

Votação do relatório 

O relatório apresentado pelo vereador Elias Vaz é extenso e contém 12 subrelatórios que detalham os casos específicos investigados ao longo da CEI. Cada tópico é votado pelos vereadores. Nesta fase, é possível apresentar emendas e pedido de destaques.

Caso a CEI não termine a avaliação nesta sexta-feira (18), o prazo final é na próxima segunda (21).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.