CEI da Educação aprova convocação de ex-secretária, diretores e gerentes da Ita

Comissão foi instalada em 8 de fevereiro para investigar irregularidades na Educação

Foto: Reprodução

Foi aprovada nesta segunda-feira, 15, pela Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga a Educação em Goiânia, a convocação da ex-secretária Neyde Aparecida, além de diretores da Pasta e gerentes da empresa Ita.

A CEI tem por objetivo apurar indícios de irregularidades em contratos de gêneros alimentícios perecíveis, manutenção de veículos, contratos temporários e falta de transporte para alunos da zona rural. De acordo com as investigações, a secretaria teria comprado 30 toneladas de laranjas, gasto R$ 30 mil em seis meses de manutenção de um único veículo, e não teria realizado a convocação de concursados em 2016.

Durante a reunião, a vereadora Dra. Cristina (PSDB) recebeu pessoas que foram aprovadas no concurso realizado em 2016 pela Prefeitura de Goiânia, mas não foram convocadas. Algumas delas entraram na Justiça para garantir o direito às vagas, e tiveram os pedidos negados. Segundo os aprovados, existem provas de irregularidades e até de compra de votos dentro da secretaria, o que teria culminado em contratações temporárias, em detrimento da convocação.

As diligências da CEI da Educação serão acompanhadas por Vinícius Bernardes Carvalho, auditor do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Está previsto que os depoimentos tenham início na próxima reunião da comissão, marcada para o dia 22 de abril.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.