CDTC anuncia transporte coletivo integrado e cartão pós-pago para Goiânia

Novos produtos devem estar disponível ao usuário a partir do mês de abril deste ano

Em primeiro encontro desde abril de 2019, Câmara Deliberativa de Transportes Coletivos (CDTC) discute a criação de novas funcionalidades do transporte coletivo da Região Metropolitana de Goiânia. Entre as novidades, estão o sistema de deslocamento integrado, o uso de cartão pós-pago, o cartão família, VT Assinatura e o bilhete único. Os novos produtos devem estar disponível ao usuário a partir do mês de abril deste ano.

Atualmente, a CDTC conta com oito novos integrantes. A reunião realizada nesta sexta-feira, 25, é presidida pelo secretário-feral de Estado de Governadoria, Adriano Rocha Lima. O colegiado ainda precisa se decidir quanto a tarifa cobrada ao usuário. A tarifa atual, de R$ 4,30, foi decidida na última reunião realizada pela CDTC, ainda em 2019.

Fazendo jus ao nome, o cartão pós-pago pode ser pago após ser utilizado; “uma espécie de sem-parar nos ônibus da cidade, com uma fatura no fim do mês. Quanto aos cartões família, o objetivo é fazer com que famílias de até cinco pessoas possam embarcar com o pagamento de uma só tarifa aos fins de semana. Já o VT Assinatura é válido por 30 dias, de forma semelhante ao vale-transporte concedido por empresas aos funcionários.

A possibilidade do bilhete único permitirá com que o usuário utilize o transporte público por até duas horas e meia com o pagamento de apenas uma tarifa. Também haverá a possibilidade de adquirir bilhetes diário e semanal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.