Medida foi presentada pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS). Reunião foi marcada para as 14h30 e tem como primeiro item da pauta a apreciação do documento

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha fala sobre a pauta de votação da casa (Wilson Dias/Agência Brasil)
Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha | Wilson Dias/Agência Brasil

O recurso contra decisão do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara, que aprovou na semana passada o parecer preliminar do relator, deputado Marcos Rogério (PDT-RO) sobre a cassação do mandato do presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) deverá ser votado nesta terça-feira (22) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

O recurso foi presentado pelo deputado Carlos Marun (PMDB-MS). A reunião foi marcada para as 14h30 e tem como primeiro item da pauta a apreciação do documento.

A medida visa cancelar a votação do parecer de Marco Rogério que foi aprovado no dia último dia 15 por 11 votos a nove. Embora deputados aliados a Cunha tentassem adiar a votação com pedido de vista do parecer, o conselho rejeitou o pedido. Isso levou o deputado Marun a recorrer à CCJ da decisão do Conselho de Ética.

Para que o parecer seja aprovado são necessários os votos da maioria simples dos presentes na CCJ, desde que haja quórum mínimo de metade mais um dos 66 membros do colegiado, ou seja 34 deputados. Se for aprovado, será anulada a votação do Conselho de Ética.