CCJ derruba veto ao projeto que cria Samu Veterinário

Zander Fábio diz que vai trabalhar para garantir a aprovação do projeto, além de usar grande parte das emendas impositivas para a causa animal

Foto: Reprodução

O vereador Zander Fábio (Patriota) teve seu projeto que dispõe sobre a criação de um serviço de emergência veterinária público, o Samu Vet, vetado na prefeitura de Goiânia. Nesta quarta-feira, 9, o veto foi derrubado na CCJ da Câmara Municipal de Goiânia com a aprovação do parecer favorável à rejeição. O vereador comemorou a decisão e destacou que não há como existir um hospital para animais sem o serviço.

“Eu particularmente não entendi os motivos do veto, até porque nós já temos dinheiro abarcado para a unidade. Não tem jeito de fazer um hospital sem que tenha uma ambulância, se for um hospital para seres humanos, para transitar com as pessoas, e se for o caso do hospital veterinário, para transitar com os animais que estiverem com algum tipo de dificuldade para chegar até ao hospital”.

Segundo Zander, a medida já foi implantada com sucesso em outras cidades, como é o caso de Curitiba, no Paraná, e afirma que vai trabalhar para derrubar o veto. “Se necessário for, eu vou junto com o prefeito, colocar um emenda, inclusive, se o motivo for falta de recursos, vou colocar essa emenda na Lei Orçamentária Anual (LOA) para o ano que vem”.

O vereador destaca que R$ 1 milhão em emendas impositivas foi acatada para a construção do hospital, e reitera: “Não podemos perder a oportunidade, e ter que novamente fazer um projeto com uma redação diferente para ter o serviço do Samu Vet”.

Questionado sobre o destino de suas emendas impositivas, Zander informou que pretende usar a maior parte na causa animal: “De R$ 1,5 milhão, R$ 380 mil devem ser gastos com saúde e educação”. O restante deve ser direcionado para a causa animal. “Quero direcionar a maioria dessas emendas para a implantação e conclusão do hospital público veterinário”, finaliza.

A matéria segue para o Plenário que decidirá, de forma definitiva, sobre a rejeição ou manutenção ao veto do prefeito de Goiânia.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.