CCJ aprova data-base dos servidores municipais e piso dos professores

Data-base é de 9,32% para os servidores municipais e professores terão aumento de 15%

Na manhã desta quarta-feira, 20, com meia fase de energia elétrica, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de Goiânia aprovou dois projetos, a data-base dos servidores municipais goianienses e o piso salarial dos professores. Não haverá sessão plenária devido a queda elétrica. 

O projeto de lei nº 120/2020 concede revisão geral da remuneração aos servidores municipais referente à data-base de 2020 e 2021, no percentual de 9,32%, a ser paga a partir de 1º de abril. O texto não contempla algumas categorias que estão sob regime próprio, como funcionários da Comurg, procuradores do município, agentes da Guarda Civil Metropolitana, agentes de combate a endemias, agentes comunitários de Saúde, profissionais da Educação e servidores do quadro operacional.

Já o projeto de lei complementar 004/2022 propõe o reajuste de 15% para o piso salarial dos professores, aumento de 50% dos auxílios de locomoção e de transporte dos professores e 10,16% da Gratificação de Regência de Classe, que é direcionada aos professores que atuam em sala de aula.

Uma resposta para “CCJ aprova data-base dos servidores municipais e piso dos professores”

  1. Avatar Josinaldo pereira de Souza disse:

    E a nossa data base da comurg vai ser paga não também temos direito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.