Cavalhadas recebem R$ 1,3 milhão do governo para reestruturação e manutenção da festividade

Por conta da pandemia, a tradição mantida há mais de dois séculos em Goiás teve que ser paralisada. O repasse seria para garantir a manutenção do circuito

Foto: Lucas Diener

Como parte das ações do Programa de Interiorização da Cultura, administrado pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult), o governo de Goiás anunciou, nesta quinta-feira (23), o repasse de R$ 1,3 milhão para o Circuito das Cavalhadas, que auxiliará os 12 municípios goianos participantes na manutenção e realização das festividades.

O Circuito das Cavalhadas é uma das tradições do estado e acontece há mais de dois séculos. Por conta da pandemia, está paralisado há dois anos, mas a previsão é que no ano de 2022, a festividade volte a acontecer nas cidades de Pirenópolis, Jaraguá, Palmeiras de Goiás, São Francisco, Crixás, Santa Cruz de Goiás, Santa Terezinha, Hidrolina, Pilar de Goiás, Corumbá de Goiás.

Os recursos repassados pelo Estado são para aquisição de indumentária para os cavaleiros, acessórios dos festejos, entre outros custeios. “Sabemos o quanto é importante saúde, educação, segurança pública, programa social, mas também mantermos a nossa história e tradições”, disse o governador Ronaldo Caiado.

“Este recurso vai deixar a festa mais linda do que já é. Praticamente dois anos sem a festa não está sendo fácil, mas com muita fé e alegria, vai ser grandioso para nós todos”, celebrou Marcus César dos Santos, cavaleiro cristão de Jaraguá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.