Um casal foi preso suspeito de desviar R$ 3 milhões em cheques, que eram subtraídos de uma empresa atacadista do Setor Campinas, em Goiânia. A mulher, que trabalhava no local, depositava os pagamentos na própria conta e, em seguida, transferia para o marido, conforme a Polícia Civil (PC). 

LEIA TAMBÉM

Dupla que movimentou R$ 2 bilhões com estelionato é presa em Goiânia

Dupla é presa em agência bancária ao lado de doceria que era visitada por Caiado

Os desvios, inclusive, aconteciam mesmo no período de férias da investigada. Além de cheques, na residência do casal, em Trindade, foram apreendidos objetos adquiridos com o proveito do crime, tais como: jóias, automóveis e até um jetski. Um arsenal com dez armas de fogo e mais de duas mil munições de uso restrito também foi localizado pela corporação durante o cumprimento da operação no último dia 30.

“Ela se aproveitava do fácil acesso aos cheques na condição de supervisora. A fim de dificultar o controle da empresa e garantir o êxito dos desvios,  a funcionária se valia de suas credenciais privilegiadas do sistema informático para alterar datas e informações sobre vendas e recebimentos relativos aos cheques que desviavam”, afirmou o delegado Daniel Oliveira. 

Os objetos apreendidos vão ser usados, conforme o investigador, para amenizar o prejuízo patrimonial da empresa. Além de desviar os cheques, o homem também deve responder por porte ilegal de arma de fogo. 

Automóveis apreendidos durante operação | Foto: Divulgação/PC