Carlos Lupi diz que busca fortalecer frente democrática

Presidente do PDT busca aliança com partidos de centro-esquerda e costura, pontualmente, apoio do DEM

Presidente do PDT, Carlos Lupi, em lançamento do livro “Um golpe contra trabalhadores”, em Goiânia | Foto: Paulo Henrique/ PDT

Durante lançamento do livro “Um Golpe contra o trabalhador”, na última quarta-feira, 12, no Castro’s Park Hotel, em Goiânia, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, disse estar em fase de articulação para a criação de uma frente com REDE, PV e PSB no âmbito nacional. “Também estive conversando com setores do DEM em Brasília para costurar uma aliança”, diz.

A intenção do trabalhista é ampliar o espaço de manobra para a centro-esquerda, inclusive com dentro do espectro do chamado Centrão, sobretudo no Congresso Nacional.

A vinda de Lupi a Goiânia, que contou com a presença de vários vereadores, faz parte deste projeto. A ideia é costurar o maior número de apoio possível para fortalecer a centro-esquerda em 2022, com Ciro Gomes como nome principal.

“Não temos projeto excludente, que não aceite a compreensão de um Brasil múltiplo”, diz Lupi. “O país tem várias faces, nordeste é uma realidade, no centro-oeste outra, esse Brasil que é multifacetado precisa ser representado por quem conheça o país. A população se convence que o Ciro é o mais preparado”, aponta.

Para Goiás, Lupi vê a possibilidade de candidaturas majoritárias nas principais cidades, apesar de ver dificuldade pela quantidade de partidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.