Um vídeo que circula na internet tem deixado goianos intrigados: afinal, podemos encontrar caranguejo em Goiás? Vamos aos fatos. Pescadores fizeram o registro desse crustáceo – um animal muitas vezes associado ao litoral – em um lago de Inhumas, cidade localizada a cerca de 43 km de Goiânia. “Então sim, existem caranguejos no Cerrado”, explica o doutor em zoologia com ênfase em crustáceos, Arthur Anker. Veja o vídeo:

As imagens acima que circulam na internet teriam sido feitas por pescadores no lago Luzio de Freitas, na cidade de Inhumas. No vídeo, é possível ver que eles não fazer mal ao animal e, segundo relatos, eles teriam soltado o animal logo em seguida.

Segundo o doutor em zoologia, os crustáceos vivem no bioma goiano em rios e lagos. São, portanto, caranguejos de água doce. E ele relata três espécies que podem ser encontradas em Goiás: sylviocarcinus devillei, goyazana castelnaui e dilocarcinus septemdentatus. São comestíveis e podem também ser usados como isca viva.

Apenas pelas imagens, Arthur não conseguiu identificar de qual espécie seria o caranguejo encontrado por pescadores em Inhumas. E, pra quem ainda não viu um caranguejo no Cerrado, pode ficar mais atento, porque eles estão entre nós.

Confirmando o que o especialista disse, há relatos de pescadores de que há caranguejos no Rio Turvo e em lago em Senador Canedo, onde afirmam até terem pescado camarões de água doce. E, pelo visto, não é conversa de pescador.