Candidatos ao governo têm desafio de fomentar turismo em Goiás. Veja opinião de empresários

CETUR e Goiânia Convention & Visitors Bureau promoveram sabatina com os três candidatos ao governo mais bem colocados nas últimas pesquisas

Fotos: Reprodução

Os candidatos ao governo de Goiás José Eliton (PSDB), Daniel Vilela (PMDB) e Ronaldo Caiado (DEM) participaram na última segunda-feira (3/9) da “Sabatina do Trade Turístico” promovida pelo Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) e Goiânia Convention & Visitors Bureau, na capital. De acordo com a organização, os quatro mais bem colocados nas últimas pesquisas foram convidados, mas a candidata Kátia Mária (PT) não pôde comparecer por incompatibilidade de agenda.

Na ocasião, o trade entregou aos candidatos um documento com as demandas do setor e os candidatos apresentaram propostas para o segmento, respondendo a uma série de perguntas elaboradas pelas entidades presentes.

Alexandre Resende, diretor executivo da Goiânia Convention, explicou ao Jornal Opção que vários segmentos são impactados com os investimentos no turismo. “Os três que participaram mostraram interesse no setor e entenderam que gera empregos e diversidade de distribuição de renda”, declarou.

Segundo ele, todos os participantes entenderam que Goiás deve e pode ser trabalhado melhor para que mais pessoas de fora venham para o Estado. “Para que isso impulsione também o turismo doméstico, que é o goiano conhecendo o próprio estado”, falou.

Todos receberam após o evento a chamada Carta do Turismo, com propostas, demandas e sugestões elaboradas com base em diretrizes nacionais. De acordo com Alexandre, Daniel Vilela já tinha se adiantado e os procurado para que fossem inseridas propostas ao segmento no plano de governo. “Ele saiu na frente, mas os outros disseram que também vão apresentar”, garantiu.

Presidente do Cetur, Vanessa Pires Morales disse que o evento foi importante para a valorização do segmento, “que vem em uma ascendência muito grande comparando-se com os demais estados do país”.

De acordo com a representante, o que o próximo governador precisa ter, em sua gestão, é criatividade. “As mudanças acontecem com parcerias, ideias. Nem sempre o dinheiro é o principal”, explicou.

Luciano de Castro Carneiro, vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Goiás (ABIH-GO), achou os três candidatos conhecedores do tema e do Estado, mas frisa que é importante que as promessas saiam do papel. “Goiás tem muita beleza natural. Precisamos de incentivo do governo na divulgação. O Turismo precisa receber a importância devida”, declarou.

Conhecido por sua dedicação e autoridade na fomentação do mercado turístico goiano, José Guilherme Schwam confirmou que os três realmente estão preparados sobre o tema. “Se for cumprido tudo que foi prometido nós estaremos muito bem representados no turismo de Goiás na próxima gestão”, admitiu.

De acordo com o apresentador, o que é fundamental para os próximos anos é a destinação de uma verba específica para o setor. “É essencial que eles possam nos ouvir. Todos foram unânimes em acentuar que a escolha do próximo presidente da Goiás Turismo deve passar pelo trade”, falou.

O presidente do Sindicato das Empresas de Turismo de Goiás (Sindetur/GO). Ricardo Rodrigues Gonçalves, explicou que é preciso uma abertura para que o setor mostre sempre o que busca e precisa no Estado. “Fomentar o turismo vai desde a infraestrutura, como desenvolver o Plano Diretor dos municípios, e alívio na carga tributária”, adiantou.

Segundo ele, a grande maioria dos políticos não se atêm ao fato da diversidade turística no Estado. “Temos turismo de saúde, turismo religioso, turismo ambiental. Goiânia, por exemplo, é uma cidade hospitaleira, todos aqui são bem recebidos”, definiu.

Por fim, Ricardo disse que o próximo governador precisa dar apoio ao setor da melhor maneira possível, com possibilidade de incentivos fiscais, para gerar mais negócios e realizar mais eventos. “Precisamos potencializar o que já existe e dar um gás nos pontos turísticos que estão em formação” pontuou.

Sabatina

O senador Ronaldo Caiado, primeiro sabatinado, firmou compromisso de que as entidades que compõem o trade turístico goiano terão a prerrogativa de indicar técnicos altamente qualificados para tratar das políticas de turismo para Goiás, com avaliação permanente dos resultados por parte do governo estadual. “Nosso objetivo é fazer com que os goianos possam ter oportunidade de emprego, que as ações do Estado sejam descentralizadas no sentido de criar os polos turísticos em todo o Estado”, explicou.

Daniel Vilela defendeu que o fomento a eventos regionalizados está entre as prioridades para a área turística. Cidades como Aragoiânia, conhecidas pela fabricação de doces caseiros, podem, por exemplo, realizar festival com essa finalidade, com potencial de atração de turistas de Goiânia e Aparecida, cidades próximas. “Vamos criar um ambiente que colabore com a promoção de grandes eventos para que possamos receber e voltar a ser um centro de eventos, algo muito potencializado pela nossa vantagem logística”, disse, referindo-se à localização central de Goiânia.

O governador José Eliton, que finalizou o evento, disse que as propostas de seu plano de governo “vão impulsionar efetivamente este ramo tão importante para o desenvolvimento do nosso estado”. “Os investimentos na área devem incluir, mas não serem limitados a realização de eventos. Com ações transversais que incluam infraestrutura, qualificação de mão de obra e até estímulo ao turismo na educação vamos conseguir fazer o setor avançar ainda mais”, concluiu.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.