Campanha contra H1N1 já imunizou 54% do público alvo em Goiás

Estimativa consta em balanço parcial divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás nesta sexta-feira (27/4)

Mais da metade da população goiana que compõe os grupos prioritários para a vacinação contra a Influenza A (H1N1) já recebeu a dose que imuniza contra a doença. O balanço parcial da vacinação, concluído pela Gerência de Imunização e Rede de Frio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) na manhã desta sexta-feira, 27 de abril, revela que 710.953 pessoas foram imunizadas, o que corresponde a 54,61% da meta estabelecida para Goiás, que é de 1.301.902 pessoas.

A gerente de Imunização e Rede de Frio da SES-GO, Clécia Vecci Menezes, pondera que a quantidade de pessoas vacinadas atualmente é significativamente maior do que a apresentada pelo balanço parcial. Isso acontece porque que grande parte dos municípios não tem repassado os dados atualizados, o que dificulta a consolidação das informações por parte da SES-GO.

Clécia Vecci recomenda aos gestores e responsáveis pela vacinação o repasse rotineiro das informações, para que a SES-GO possa, inclusive, solicitar um quantitativo maior de vacinas ao Ministério da Saúde.

Na tarde desta sexta-feira, a SES-GO recebeu mais 178 mil doses da vacina, enviadas pelo Ministério da Saúde. Deste total, 38 mil doses serão disponibilizadas para o município de Goiânia, para o restabelecimento da vacinação. Aparecida de Goiânia recebe 9 mil e 400.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza teve início em Goiás no dia 13 de abril. Em função do surto da doença em Trindade e do registro de casos isolados nos municípios, a imunização em Goiás foi antecipada dez dias antes da ação realizada em todo o País. Ela prossegue até 1º de junho, com o cumprimento do cronograma para a imunização dos grupos prioritários.

O Dia D da campanha, no qual podem ser imunizados os integrantes de todos os grupos prioritários, será em 12 de maio. Com a realização da vacinação, a SES-GO visa reduzir as complicações e mortes decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população alvo para a vacinação. A vacina que está sendo aplicada na campanha é a trivalente, que protege contra os vírus da influenza A (H1N1), A (H3N2) e B.

No momento da vacinação, é obrigatória a apresentação de um documento pessoal. As puérperas devem apresentar, além do documento pessoal, um documento que comprove a gestação (certidão de nascimento do filho ou cartão de gestante). Já os trabalhadores de saúde, professores e trabalhadores do sistema prisional devem apresentar documento que comprove vínculo ou categoria profissional, entre os quais contracheque, crachá e outros.

Cronograma da Vacinação

– 13/04 a 20/5 – idosos, trabalhadores da saúde e portadores de doenças crônicas

– 23/04 a 27/04 – gestantes, mães em resguardo do pós-parto e crianças de 6 meses a 5 anos

– 30/04 a 11/05 – professores

– 12/05 – Todos os grupos prioritários

– 14/05 a 01/06 – Todos os grupos prioritários

– 13/04 a 01/06 – Indígenas

– População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional: agendamento feito pelo município.

Deixe um comentário