“Câmara está sem rumo, sem comando e sem produtividade”, critica Dra. Cristina

Líder do PSDB no Legislativo goianiense, a vereadora lamentou bate-bocas que têm impedido a apreciação de matérias e requerimentos 

Dra. Cristina durante entrevista ao Jornal Opção | Foto: Fernando Leite

A vereadora Dra. Cristina Lopes (PSDB) voltou a criticar, durante entrevista ao Jornal Opção nesta terça-feira (14/2), a gestão do presidente Andrey Azeredo (PMDB) na Câmara Municipal de Goiânia. “É inaceitável isso daqui. A população que nos assiste vai rir ou vai chorar, só tem essas duas opções”, lamentou.

Após uma discussão entre Jorge Kajuru (PRP) e Sabrina Garcêz — que se atacaram com acusações mútuas, inclusive de relações com o contraventor Carlinhos Cachoeira –, a nova líder do PSDB na Casa disse que só há “bate-boca e debate inútil, que não levam a lugar algum”.

“Logo após a eleição da mesa diretora afirmei e mantenho minha opinião de que essa gestão será sofrível. Sofre a prefeitura, sofre a Câmara, sofre o coletivo de vereadores e especialmente a população. É uma Câmara que tem 34 vereadoras e vereadores presentes em plenário hoje [terça-feira, 14] e não tem produtividade”, lamentou.

Segundo a tucana, havia dois projetos de lei e inúmeros requerimentos na pauta da ordem do dia, incluindo um de sua autoria que convocava o presidente da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), Denes Pereira (PRTB) para prestar esclarecimentos sobre a crise do lixo na capital. “Mas, às 11 horas, não saímos das questões de ordem e tempos de liderança. É incompreensível e inaceitável”, completou.

Prefeitura

Ao lembrar que só na última sexta-feira (10/2) o prefeito terminou de nomear o secretariado, Dra. Cristina se disse desapontada com o início de gestão Iris Rezende (PMDB), de quem disse “esperar mais”.

“A cidade se encontra mais suja que a prefeitura passada entregou, a situação do renal crônico só se complicou, a dos pacientes diabéticos só se complicou e nós não vemos atitude. Eu, sinceramente, com toda a experiência acumulada pelo prefeito Iris Rezende, esperava mais dessa gestão. O que estamos vendo é uma situação absolutamente de desamparo, a população não vê uma diferença entre a administração passada e essa que aliás já estiveram em uma composição”, arrematou.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.