Câmara derruba veto do prefeito e estipula prazo máximo de espera por ônibus na capital

Projeto de autoria do vereador Alysson Lima (PRB), prevê indenização junto ás empresas de ônibus caso o prazo seja extrapolado

Vereador Alysson Lima (PRB) | Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Goiânia derrubou, na sessão ordinária desta quinta-feira (20/9), o veto do prefeito Iris Rezende (MDB) ao projeto de iniciativa do vereador Alysson Lima (PRB) que estabelece prazo máximo para espera por ônibus na capital.

De acordo com a matéria, em dias normais, o usuário deverá esperar por, no máximo, 20 minutos. Já nos finais de semana e feriados o prazo sobe para 30 min, podendo chegar a 40 min em “dias adversos” quando houver fortes chuvas e alagamentos, por exemplo.

“Hoje nós temos, infelizmente, um dos piores sistemas de transporte coletivo do país e uma das principais questões é a falta de pontualidade. Entrei com esse projeto para provocar as empresas a terem mais responsabilidade com a população”, afirmou Alysson.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.