Cairo Peixoto será substituído por Jeovalter Correa na Secretaria de Finanças da Prefeitura de Goiânia

cairo-peixoto-620x450O secretário municipal de Finanças de Goiânia, Cairo Peixoto, deixa o cargo na secretaria três meses após ter sido nomeado pelo prefeito Paulo Garcia (PT). Quem deve substituí-lo é o fiscal estadual Jeovalter Correa, ex-presidente da Aganp e do Ipasgo.

Há algumas semanas, o secretário Cairo Peixoto faz declarações polêmicas a respeito da crise financeira que a Prefeitura vem enfrentando. Ele chegou a afirmar que não seria possível, neste ano, quitar as dívidas da Prefeitura com seus fornecedores, que chegam a R$ 400 milhões. De acordo com Cairo, o problema da coleta de lixo realizada pela Comurg é um reflexo desses débitos. “Se o prestador não está recebendo, diminui o ritmo. Não dá para trabalhar com força máxima, o que é o caso da Comurg”, declarou.

Ao Jornal Opção Online, o secretário disse também que achava alarmante a folha de pagamento ter aumentado em R$ 5,5 milhões entre março e abril, mesmo após o anúncio de cortes dos gastos do município. Segundo ele, se os custos não fossem reduzidos, o município correria o risco de não receber repasses do governo federal.

Cairo Peixoto sustentou não concordar com a reforma administrativa apresentada pelo prefeito Paulo Garcia (PT) na Câmara Municipal, que promovia a extinção de sete secretarias e uma autarquia, além de corte de mais de 700 funcionários. Conforme o secretário, era preciso haver muito mais cortes. Ele pontuou também que a Prefeitura deveria ser mais contida em seus gastos.

Essas e outras declarações causaram conflitos entre Cairo Peixoto e Paulo Garcia, que vinha reclamando da indiscrição do secretário, além de irritar aliados dos petistas. A possível substituição já vinha sendo especulada há algumas semanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.