O governador Ronaldo Caiado saiu da Assembleia Legislativa, onde ocorreu o lançamento do PAC Goiás ao lado do ministro Rui Costa, na tarde desta quinta-feira, 21, e foi direto para o Aeroporto Internacional de Goiânia onde embarca para a Argentina. Lá, Caiado deve participar do 11º encontro do Grupo Liberdade e Democracia, evento de linha conservadora com lideranças políticas. Com isso, Daniel Vilela passa a ser o governador em exercício pela quarta vez este ano.

Caiado deve ficar em Buenos Aires até sábado, 23, devendo voltar a Goiás no mesmo dia, pela tarde, no ou no domingo, 24, pela manhã. O chefe do Executivo será um dos palestrantes do painel “Como combater o populismo cultural e fortalecer uma narrativa de liberdade”.

O evento terá transmissão on-line no canal da Fundación Libertad no YouTube, e visa “promover análises e discussões para fortalecer a liberdade e a democracia nos países ibero-americanos”. A conferência contará com a participação de ex-presidentes da Argentina, Chile, Colômbia, Espanha, México e Costa Rica, além do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, do senador Sergio Moro, e parlamentares estrangeiros.

Governo em exercício

Daniel Vilela será o governador em exercício nos dias 22 e 23. A primeira vez que isso ocorreu foi quando Caiado e Gracinha tiraram “miniférias” na Europa. A segunda foi quando o governador foi a Portugal, em evento com o ministro Gilmar Mendes, do STF. Já a terceira vez foi durante a participação de Caiado no Lide – Grupo de Líderes Empresariais de Pernambuco.

Vilela deve assumir o governo ainda uma quinta vez, em novembro, quando Caiado embarcará para a China para fechar acordos comerciais.

Leia também:

Adib Elias se reúne com membros do MDB, em Goiânia; filiação está próxima?

Daniel Vilela: “MDB tem ideais que convergem com os valores do Novo”