Caiado lança edital com 5 mil bolsas para Programa Universitário do Bem

Edital está disponível no site da OVG com inscrições iniciando no dia 25 de junho. Estudantes precisam estar inscritos no Cadastro Único

Governador Ronaldo Caiado, ao lado da primeira-dama, Gracinha Caiado | Foto: Cristiano Borges e Wesley Costa

O Programa Universitário do Bem (Probem), da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) lançou nesta terça-feira, 13, um edital com 5 mil bolsas estudantis para o ensino superior. O programa é destinado para universitários de baixa renda que residam em Goiás.

A solenidade contou com a participação do governador Ronaldo Caiado, acompanhado pela coordenadora do Gabinete de Políticas Socais (GPS) e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), primeira-dama Gracinha Caiado.

O programa passou por uma reformulação, como o aumento no valor da bolsa, que quase dobrou na modalidade parcial. Estudantes que recebiam de R$ 300 a R$ 500 terão à disposição até R$ 650. Já no caso das bolsas integrais, o valor será de R$ 1.500 para cursos em geral e R$ 5.800 para medicina e odontologia.

O número de bolsas para os cursos de medicina e odontologia aumentaram 600%, passando de 20 para 140, e à metodologia para concessão do benefício, que leva em conta agora, além do  Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do governo federal, uma versão ampliada do Índice Multidimensional da Carência das Famílias Goianas (IMCF), criado pelo Instituto Mauro Borges (IMB), à pedido do GPS, para direcionar as políticas sociais à população mais vulnerável.

Processo Seletivo

O edital está disponível no site da OVG e, caso os candidatos não estejam cadastrados no CadÚnico, terão até o dia 25 de maio para procurar um posto de cadastramento, que costuma funcionar no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município.

Um mês depois, no dia 25 de junho, começa o período de inscrições no site da OVG. O resultado definitivo dos primeiros selecionados pelo ProBem está previsto para o dia 26 de julho. Os estudantes contemplados vão receber o benefício no segundo semestre deste ano com bolsas que custeiam 50% (bolsa parcial) ou 100% (bolsa integral) do valor da mensalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.