Caiado homenageia Maguito durante missa em memória do 1º ano sem o emedebista

Nesta quinta-feira, 13, completou-se um ano da morte do ex-governador de Goiás e prefeito eleito de Goiânia

Missa em ação de graças pela passagem de um ano da morte do ex-governador de Goiás e ex-prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), realizada nesta quinta-feira, 13, contou com diversas homenagens ao emedebista, incluindo por parte do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). A cerimônia foi realizada na Igreja Ortodoxa São Nicolau, no Setor Oeste e contou com a presença de familiares, amigos e autoridades políticas.

No local, Ronaldo Caiado ressaltou o foco de atuação de Maguito na área social. “Maguito foi o primeiro governador, em Goiás, que teve uma visão de atender os mais vulneráveis. Ele saiu de uma prática que às vezes era apenas de um segmento do governo, de uma secretaria, para mostrar a necessidade de combater as desigualdades tanto pessoais, quanto regionais, envolvendo várias frentes. Nos deixou um legado que impõe aos governantes, a responsabilidade de levar cidadania a todos os quadrantes de Goiás”, afirmou o governador.

Já Daniel Vilela, presidente estadual do MDB e filho de Maguito, admitiu a dificuldade que ainda é lembrar do pai, já que tudo ainda é muito recente. “Mas precisamos transformar isso numa saudade, em boas recordações, bons exemplos e seguir em frente. Dar sequência no exemplo de vida que ele deixou para todos nós”, destacou. O emedebista ainda não se acanha em relatar ter sido um privilégio ser filho de Maguito e ter passado tanto tempo com o ex-governador.

Quem também se pronunciou na cerimônia foi a viúva de Maguito, Flávia Teles. No local, ela agradeceu pela vida que o marido teve e o colocou como fonte de inspiração. “Deixou um legado de exemplo que estamos seguindo. Muita gente se unia em oração com a gente, desde a internação. Até hoje recebemos mensagens de carinho, histórias de pessoas que ele ajudou e que não conhecemos. O Maguito deixou coisas boas e isso dá um conforto”, ressaltou.

Maguito Vilela foi contaminado pela Covid-19 em 2020, durante sua campanha eleitoral para Prefeitura de Goiânia. O então candidato ficou internado durante 83 dias e faleceu no dia 13 de janeiro de 2021, aos 71 anos. Além de ter sido eleito para chefiar o Paço Municipal goianiense em 2021 e ter sido governador de Goiás, ele também foi prefeito de Aparecida de Goiânia por dois mandatos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.