Caiado diz que Lúcio Flávio é oportunista, cria “factoides” e “desconhece” a OAB-GO

Presidente da Comissão de Prerrogativas usou o Facebook para responder o oposicionista, que chamou de “fraca” a atuação da Ordem na defesa do advogado

Alexandre Caiado e Lúcio Flávio | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Alexandre Caiado e Lúcio Flávio | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

O presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-GO, Alexandre Caiado, usou o Facebook para rebater críticas do candidato oposicionista à presidência, Lúcio Flávio. Segundo Caiado, o professor é “oportunista”, cria “factoides” e não conhece “nada da instituição que pretende gerir”.

A discussão começou quando Lúcio Flávio postou um texto criticando a atual administração da OAB-GO na defesa de uma advogada de Anápolis que, segundo ele, sofreu violação às prerrogativas profissionais. Na publicação, o critica a Ordem, afirmando que a mesma não defende as prerrogativas do advogado, e que a Comissão de Defesa das Prerrogativas “simplesmente não funciona”.

Lúcio Flávio defende a criação de uma Procuradoria de Defesa das Prerrogativas, com um cargo de procurador, com salário equiparado a juiz, promotor e procurador público, a ser pago pela OAB. De acordo com ele, os profissionais empossados estariam impedidos de advogar por conta própria, e trabalhariam exclusivamente em defesa dos advogados.

“Não tenho dúvidas de que essa providência, simples e factível para uma Seccional que cobra uma das mais caras anuidades do país, revolucionaria o campo de preservação de nossas prerrogativas”, escreveu o candidato.

A resposta veio em seguida, também em forma de texto, escrito por Alexandre Caiado, candidato nas eleições em fevereiro deste ano para o mandato que segue até novembro. Caiado explica que o problema envolvendo a advogada foi rapidamente resolvido, e afirmou que Lúcio Flávio usa “um fato inexistente” como apoio “para um oportunismo preocupante”.

Caiado frisa que o colega advogado desconhece “da instituição que pretende gerir”, ao sugerir a criação de uma Procuradoria de Defesa das Prerrogativas. “É que sequer sabe que a ‘milagrosa solução’ por ele ‘descoberta’ já é realidade na OAB-GO”, afirmou. De acordo com o advogado, foi anunciada há algum tempo a contratação de advogados para atuar no Núcleo de Defesa das Prerrogativas, e que a estrutura funciona na seccional goiana desde 2009. “Somente o candidato não sabia”, afirma.

Ao fim, o advogado convida Lúcio Flávio a “conhecer um pouco da OAB”, e que perceberá que o discurso do candidato “nunca teve sentido” — e ainda alfineta: “Arremato lembrando o grande mestre e orador Jeronimo Geraldo de Queiroz, que dizia: ‘Nunca devemos falar daquilo que não conhecemos, devemos calar e ouvir para aprendermos, ao invés de errar e prejudicar'”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.