Caiado busca junto ao FNDE recursos do PAC para a Educação

Presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação esteve em Goiânia para reunião com o governador Ronaldo Caiado

Foto: Secom/Governo de Goiás

O novo presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o advogado goiano Rodrigo Sergio Dias, participou de reunião na manhã desta quinta-feira, 26, com o governador Ronaldo Caiado, no Palácio Pedro Ludovico, em Goiânia. Durante o encontro, o representante garantiu a busca de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e devem ser buscados através da Petrobras, que seriam devolvidos da Lava Jato.

O novo presidente do FNDE afirmou que o governador está afinado com o presidente Jair Bolsonaro e com as diretrizes do Ministério da Educação e do ministro da Educação, Abraham Weintraub. “O Governo Federal vai enviar todos os esforços para que Goiás possa ser referência na Educação nacional. A principal demanda é que a gente acabe com o 4º turno no Entorno do Distrito Federal e que as crianças tenham educação de qualidade em toda a região”, avaliou.

Caiado buscou junto a Rodrigo possibilidade dos recursos para que sejam usados em construções de novas salas de aula, reforma e ampliação das unidades já existentes e para a extinção do chamado 4º turno do Entorno do Distrito Federal.  “Queremos transmitir nosso muito obrigado ao apoio que nós estamos tendo no FNDE. Tudo isso com o apoio do Governo Federal, aqui trazido pelo doutor Rodrigo, em nome do ministro e também em nome do presidente Jair Bolsonaro”, disse.

Além disso, o governador confirmou nova reunião para a próxima semana para a criação de uma força tarefa para resolver problemas enfrentados pela rede estadual. “Vivo um quadro emergencial. Quero ações pragmáticas e concretas. Saímos da fase de pagar contas atrasadas de dezembro e agora o Estado tem que sair da inércia”, finalizou.

Sobre o 4º turno no Entorno, a secretária Fátima Gavioli afirmou que já foi eliminado em três escolas em Águas Lindas e quatro em Luziânia. “Até o início do ano, com certeza, nós vamos extinguir o itinerário”, garantiu.

Também estiveram presentes o Chefe de Representação de Goiás no Distrito Federal, Breno Moreira; assessor do Ministério da Educação, Edmilson Kul; e os assessores técnicos da Seduc, Douraídes Sousa Ribeiro Chaves, Carlos Neuclima, Jarmund Júnior e Lea Barcelos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.