Caiado assina decreto de isenção de ICMS a famílias de baixa renda

Lissauer afirma que governo deve agir assim, com solidariedade e sensibilidade

O governador Ronaldo Caiado (DEM) assinou na manhã desta sexta-feira, 19, o decreto de isenção de ICMS de energia elétrica para famílias vulneráveis. Na solenidade, o governador exaltou o empenho da secretária de economia, Cristiane Schmidt, em articular a viabilização da proposta junto ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Caiado também enfatizou que a medida atende às famílias em estado de vulnerabilidade, maior preocupação do governo estadual. “Estamos diante de uma pandemia e, no primeiro momento, conseguimos avançar na reestruturação da rede pública de saúde, sem precisar deslocar as pessoas para Goiânia”, destacou, ao agradecer o apoio da Assembleia Legislativa e da bancada federal goiana.

“Queremos atravessar essa pandemia dando um atendimento digno aos goianos”, frisou o governador ao pedir que a sociedade tome cuidados e evite sair de casa, em especial ao grupo de risco, e que usem máscaras e álcool em gel. “Não podemos brincar com esse vírus”, emendou ao citar o caso de Rio Verde. “Se o prefeito não tivesse estruturado a rede de saúde teríamos que deslocar essa pessoas para Goiânia”, concluiu.

Presente na solenidade, Cristiane Schmidt destacou que a isenção de ICMS a esses lares que estão na subclasse da baixa renda alcança as pessoas que de fato devem estar sentindo os efeitos da crise mais severamente. “O governador me perguntou o que poderíamos fazer e levamos a proposta ao Confaz, e depois conseguimos aprová-la de forma célere na Alego”, explicitou a titular da Economia.

Jose Luis salas, presidente da Enel, apontou que o gesto do governo de Goiás demonstra sensibilidade para proteger quem mais precisa neste momento. “A sociedade tem essa responsabilidade e fico feliz que Goiás tenha tomado essa decisão”, disse.

Já o presidente da Assembleia, Lissauer Vieira, assinalou que o governo tem buscado resguardar as famílias que vivem situação difícil. “Governo deve ser assim, com solidariedade e sensibilidade”, justificou. O vice-governador Lincoln Tejota argumentou que Caiado é “o homem certo no momento certo”. E ponderou que, apesar de Goiás viver um momento duro, o governador tem conseguido dar respostas à população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.