Caiado apresenta contas e afirma: “não tem como pagar o salário de dezembro agora”

Governador afirmou que recebeu o Governo com uma dívida de mais de R$ 3 bilhões e apenas R$ 11 milhões em caixa

Foto: Lívia Barbosa

Numa tentativa de justificar o atraso do pagamento do mês de dezembro dos servidores públicos, o governador Ronaldo Caiado (DEM) apresentou na manhã deste sábado, 19, a situação orçamentária de Goiás em 2018 e a projeção para 2019.

De acordo com os gráficos mostrados por ele, em 2018 a folha de pagamento dos servidores ocupou 70,6% da arrecadação total do Estado. Ele afirma que recebeu o Governo com uma dívida de mais de R$ 3,4 bilhões e apenas R$ 11 milhões em caixa.

A projeção de arrecadação para 2019 é de R$ 18 bilhões, porém de acordo com o governador haverá um déficit de R$ 6,6 milhões. “82% da arrecadação está comprometido com a folha salarial, em 2019. Já o custeio de poder utilizará 1,54%, os investimentos e vinculações 10,34% e o custeio da manutenção 6,47%”, explicou Caiado.

O governador deixou claro que a situação de Goiás é complicada e que não há condições de realizar o pagamento do mês de dezembro dos servidores agora, “Mas eu estou cumprindo com minha obrigação como governador, mas como vocês viram nos números não há dinheiro em caixa. Vamos quitar nossos compromissos de forma gradual e parcelada”, afirmou.

2 respostas para “Caiado apresenta contas e afirma: “não tem como pagar o salário de dezembro agora””

  1. Avatar Marcus disse:

    Enquanto isso, os pais e mães de famílias terão que esperar a boa vontade desse Governo né. Com um milhão ele consegue acudir acudir aqueles que possuem um salário mediano na área da educação .

  2. Avatar Adriana disse:

    E os servidores que foram exonerados e não teram o salário de Janeiro, muita desumanidade!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.