Bruno Peixoto diz que gestão Iris será “exemplo” para o país

Presidente do PMDB de Goiânia garante que ações serão desenvolvidas em breve, como os famosos “mutirões”

Bruno Peixoto durante discurso na Assembleia | Foto: Ruber Couto

A despeito de todas as crises pela qual passa a gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB) em Goiânia, o deputado estadual e presidente do diretório Metropolitano do partido disse ao Jornal Opção que a atual administração servirá de “exemplo” para todo o país.

Segundo o peemedebista, que quase foi candidato a prefeito caso o decano não tivesse (mais uma vez) refluído da decisão de disputar um mandato, há um “planejamento” sendo feito.

“Iris está organizando a casa… Assumiu a prefeitura com um déficit mensal de R$ 30 milhões, com débito de aproximadamente R$ 600 milhões. Então, teve que equacionar e equilibrar as finanças e já está conseguindo para poder, posteriormente, soltar sua gestão para a cidade”, opinou.

Bruno é irmão do vereador Wellington Peixoto (PMDB) e filho de Sebastião Peixoto, peemedebista que permaneceu até os últimos dias da gestão do ex-prefeito Paulo Garcia (PT). Aliás, foi Iris Rezende quem indicou o petista — considerado o pior prefeito da história da capital — e o PMDB foi sócio número um da “administração passada” a qual o deputado se refere.

O parlamentar revela, também, que já há ações a serem desenvolvidas em prol da população: Iris retomará os mutirões e concluirá obras abandonas, como o Hospital da região Oeste e o BRT Norte Sul.

Tempo

Questionado sobre a visita do secretário de Finanças, Oseias Pacheco, à Câmara Municipal — onde revelou que há pelo menos R$ 200 milhões no caixa da Prefeitura de Goiânia –, Bruno Peixoto disse que não dá para cobrar uma resposta imediata do secretariado a problemas prementes da capital. Isso porque há um “planejamento” sendo feito.

No caso da merenda escolar, por exemplo, o deputado estadual assegura que nunca faltou alimento para as crianças. “Os recursos são oriundos do governo federal e, em parte, do tesouro municipal. Não se pega e compra do dia para a noite a merenda. Por mais que seja emergencial, tem que comprar alimento com qualidade e preço dentro do mercado. O secretário [Marcelo da Costa] fez uma readequação nos contratos, pois antes estavam comprando acima dos valores de mercado, mas nunca faltou alimentação para crianças”, arrematou.

Uma resposta para “Bruno Peixoto diz que gestão Iris será “exemplo” para o país”

  1. Avatar Evandro Ferreira disse:

    Será é futuro, porque no presente o que se vê é uma administração pífia, 4 meses de uma trabalho totalmente apagado e não pode dizer que tem pouco tempo, pois João Dória em São Paulo, está dando Show de administração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.