Ao prestar homenagens à ex-deputada Dona Iris, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Bruno Peixoto, disponibilizou o prédio para a realização do velório. Por enquanto, não houve manifestação da família em aceitar e nem informações sobre onde será o sepultamento.  

De acordo com informações iniciais, o velório do corpo de dona Iris deve ocorrer a partir desta quarta-feira, 22 (Quarta-feira de Cinzas).

Por meio de nota, Peixoto afirmou que a ex-primeira-dama do Estado e da capital deixa “um brilhante legado para a política de Goiás e do Brasil”. “Ela que, assim como o nosso saudoso Iris Rezende, construiu uma história de luta, de trabalho por Goiás e de incansáveis e notórios serviços em favor dos goianos”, destacou.

Iris de Araújo Rezende foi casada com o ex-governador de e ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende, por 50 anos. Com quem teve filhos: Ana Paula, Adriana e Cristiano. Ela era natural de Três Lagoas (MS). Foi professora e pioneira na política goiana. Na política, exerceu mandatos como deputada federal entre os anos de 2007 e 2015. Além de dividir mandato no Senado, com Maguito Vilela, de quem era suplente.  

Dona Iris é viúva de Iris Rezende, que morreu em 2021
Dona Iris era viúva de Iris Rezende, que morreu em 2021

Morte de Iris de Araújo

Dona Iris foi submetida a uma cirurgia no pulmão, no Hospital Albert Einstein, em Goiânia, mas não resistiu às complicações.

Antes, em novembro de 2022, ela chegou a ficar internada para tratar de uma infecção bacteriana nos rins, que acabou evoluindo para uma síndrome da angústia respiratória aguda.