BRF contesta Jornal Opção e diz que não planeja fechar unidade de Mineiros

Segundo a empresa, interdição deve ser encerrada em breve e medida foi tomada de forma preventiva e temporária pelo Ministério da Agricultura

A companhia alimentícia BRF contestou, em nota, informação de que a unidade de Mineiros da BRF poderia fechar as portas. Segundo eles, a assessoria não foi consultada e ela foi apenas interditada, de forma preventiva e temporária, pelo Ministério da Agricultura, “apesar de o juiz da operação ter considerado desnecessário o fechamento da unidade”.

De acordo com a assessoria, a interdição será mantida até que a empresa consiga atestar a segurança e a qualidade dos produtos produzidos. “O que deve acontecer em breve, uma vez que a companhia tem confiança em seus processos e padrões, que estão entre os mais rigorosos do mundo”, acrescentaram.

A BRF é um dos alvos da Carne Fraca e é investigada por corrupção, embaraço da fiscalização internacional e nacional e tentativa de evitar suspensão de exportação. Deflagrada no último dia 17 de março, a operação apura a participação de empresas em esquema de pagamento de propina a fiscais agropecuários para vender produtos impróprios para o consumo.

Confira a nota da assessoria:

A BRF esclarece que não há planos de fechamento da unidade de Mineiros (GO).

Apesar de o juiz da operação ter considerado desnecessário o fechamento da unidade, ela foi interditada, de forma preventiva e temporária, pelo Ministério da Agricultura. A medida deve durar até que a BRF possa prestar as informações que atestem a segurança e a qualidade dos produtos produzidos, o que deve acontecer em breve, uma vez que a companhia tem confiança em seus processos e padrões, que estão entre os mais rigorosos do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.