Brasil terá representantes em duas finais do Boxe em Tóquio

Os brasileiros Beatriz Ferreira e Hebert Conceição garantiram vaga na decisão do boxe olímpico nesta quinta-feira, 5

Beatriz Ferreira e Hebert Conceição | Foto: Ueslei Marcelino – Pool/Getty Images e REUTERS/Amr Abdallah Dalsh

O boxe brasileiro faz história em Tóquio. Na madrugada desta quinta-feira, 5, Beatriz Ferreira e Hebert Conceição garantiram vaga na decisão do boxe olímpico. Bia superou a finlandesa Mira Potkonen nas semifinais da categoria até 60 kg. Já Herbert venceu o russo Gleb Bakshi na categoria até 75 kg para confirmar um lugar na final. Pela primeira vez, o país terá representantes em duas finais na mesma edição dos Jogos Olímpicos.

Olhando o histórico, o melhor resultado de uma mulher brasileira no boxe havia sido a medalha de bronze de Adriana Araújo em Londres 2012, primeira Olimpíada com disputa feminina no ringue.

Com a prata garantida, Bia já supera o feito da amiga, de quem foi sparring na Rio 2016. Na final, na madrugada de sábado para domingo às 2h (horário de Brasília), ela disputará o ouro contra a irlandesa Kellie Anne Harrington, que venceu Sudaporn Seesondee por decisão dividida.

Já no masculino, o desempenho supera Londres 2012, quando o Brasil também teve três medalhas, mas foi apenas uma final, com o peso médio Esquiva Falcão. Na Rio 2016, a seleção também fez uma final com o peso leve Robson Conceição. Em Tóquio 2020, além das finais de Bia e Hebert, houve a medalha de bronze do peso pesado Abner Teixeira.

Conceição vai enfrentar o ucraniano Oleksandr Khyzniak na final, marcada para a madrugada de sexta para sábado às 2h45 do horário de Brasília.

*Com informações do Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.