Brasil abre 2 a 0, mas deixa Austrália virar no segundo tempo

Seleção tem volta de Marta, vê Cristiane fazer seu quarto gol na competição, mas não consegue segurar placar e depende da partida contra a Itália para definir classificação

Brasil 2 3 Austrália - Foto Getty Images

Marta abre o placar para o Brasil de pênalti, Cristiane amplia a vantagem de cabeça, mas seleção não suporta pressão australiana e sofre virada no segundo tempo | Foto: Getty Images

A seleção brasileira abre 2 a 0 no primeiro tempo, deixa a Austrália diminuir ainda na etapa inicial e sofre a virada no início da tarde de hoje em Montpellier, na França. Líder do Grupo C da Copa do Mundo, o Brasil aguarda o resultado da partida de sexta-feira, 14, entre Itália e Jamaica para saber qual resultado precisa na terça, 18, para se classificar na competição.

O jogo marcou a volta da craque Marta, que marcou seu gol de número 16 em Copas do Mundo, se tornou a jogadora que mais fez gols na história da competição e a primeira atleta a balançar as redes em cinco edições da Copa do Mundo. E também nova derrota do Brasil para as algozes da eliminação nas oitavas de final da competição em 2015, quando a Austrália venceu as brasileiras por 1 a 0 no Estádio da Universidade de Moncton, no Canadá, no dia 21 de junho.

O jogo
Brasil começa pressionado em seu campo de defesa pela seleção australiana, que teve o controle da partida nos primeiros minutos. Até os 14 minutos, quando Formiga impediu um contra-ataque da Austrália no meio do gramado e levou o cartão amarelo. Depois o jogo começou a mudar.

Aos 21 minutos, quando Yallop caiu na área depois de ser empurrada pela volante Thaísa. Mas ao revisar o lance, a árbitra suíça Esther Staubli viu que ouve toque de mão no início da jogada que resultou no pênalti. Depois, foi o Brasil quem teve uma penalidade ao seu favor. Desta vez, confirmada pela equipe de arbitragem de vídeo, o VAR.

Quando Letícia Santos foi puxada na área por Knight, depois de cruzamento de Tamires, o pênalti para o Brasil foi marcado. Confirmado pelo VAR, a craque Marta bateu aos 27 minutos no canto direito da goleira Williams, que pulou para o lado esquerdo. Com o gol que abriu o placar da partida, Marta chegou a 16 gols em Copas do Mundo.

No lance do segundo gol brasileiro, Tamires arranca pela lateral esquerda, dá uma caneta em Gielnik, vai até perto da área e cruza. Cristiane sai da marcação e cabeceia firme para ampliar o placar – 2 a 0 para o Brasil.

Dupla Marta e Cristiane fez os gols da seleção brasileira na derrota de virada para a Austrália | Foto: Getty Images

Construção da virada
A Austrália aproveitou os minutos finais do primeiro tempo, quando a seleção brasileira diminuiu o ritmo e parou de atacar. Já nos acréscimos, quando o relógio marcava 46 minutos, Caitlin Foord aproveitou cruzamento da esquerda e completou firme com o pé direito. A zagueira Mônica tentou cortar o lançamento de cabeça, mas não alcançou a bola.

No intervalo, o técnico Vadão tirou Marta de campo, que precisou colocar uma bolsa de gelo sobre a coxa esquerda, local em que sofreu lesão muscular e ainda se recupera. Tanto que se movimentou pouco no primeiro tempo. Mas foi importante ao abrir o placar na cobrança de pênalti bem batida.

Pelo cartão amarelo, a veterana Formiga também foi substituída. Entraram Luana e Ludmila.

O que parecia um chute sem perigo, se tornou o gol de empate da Austrália aos 13 minutos do segundo tempo. Chloe Logarzo bate de longe, da intermediária, do lado direito do campo. A bola pingou no gramado até chegar na frente da goleira Bárbara, que demorou a decidir o que fazer e não conseguiu alcançar a bola no pulo.

Virada
Aos 21 minutos do segundo tempo, a atacante Kerr corre impedida para cabecear a bola na área da goleira Bárbara. Antes de chegar na australiana, Mônica tenta cortar de cabeça e acaba mandando de costas para o gol. Depois de consultar o VAR, a virada da Austrália em 3 a 2 é confirmada pela arbitragem.

Um lance polêmico no ataque brasileiro gerou dúvida aos 46 minutos do segundo tempo. Andressa cai na área e alega ter sido derrubada pela zagueira Catley. A equipe de árbitros de vídeo diz que há um “possível pênalti”, mas a árbitra Esther Staubli escolhe manter a não marcação do pênalti e manda a bola seguir. No replay é possível ver a jogadora australiana agarrar e derrubar a brasileira.

O Brasil ainda tentou pressionar, já sem Marta e Cristiane – substituída por Bia Zaneratto – em campo, mas as tentativas de Debinha e Ludmila não resultam no gol de empate. Com a derrota, a seleção brasileira ainda se mantém na primeira colocação do Grupo C com três pontos e dois gols de saldo. Se a Itália vencer amanhã a Jamaica, o Brasil cai para o segundo lugar.

A próxima partida das brasileira será na terça-feira, 18, às 16 horas contra a Itália.

Escalações
Brasil: Bárbara; Letícia, Kathellen, Mônica, Tamires, Formiga (Luana), Thaisa e Debinha; Andressa Alves, Marta (Bia) e Cristiane (Beatriz).

Austrália: L. Williams; Carpenter, Kennedy, Catley, Kellond-Knight; Van Egmond, Yallop, Logarzo; Gielnik (Raso), Sam Kerr e Foord (Roestbakken).

Ficha técnica
Partida: Brasil 2 x 3 Austrália
Local: Stade de la Mosson, em Montpellier, na França
Gols: Marta (27 minutos), Cristiane (38 minutos) e Foord (46 minutos) no primeiro tempo; Logarzo (13 minutos) e Mônica contra (22 minutos) no segundo tempo
Cartões amarelos: Formiga (13 minutos) no primeiro tempo; Andressa (39 minutos) e Luana (41 minutos) no segundo tempo
Árbitra: Esther Staubli (Suíça)
Motivo: Segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.