Botulismo: entenda os cuidados com alimentação para prevenir a doença

Segundo especialista, é preciso prestar atenção na hora de consumir alimentos artesanais

Foto: Divulgação

Em agosto, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal confirmou um caso de botulismo em 2018. Na região, este é o primeiro caso em 11 anos da doença neuroparalítica grave, não contagiosa, causada pela ação de uma potente toxina produzida por uma bactéria. Apesar de ser rara, a infecção exige bastante cuidado com relação à alimentação.

De acordo com o médico Alberto Chebabo, infectologista que integra o corpo clínico do Laboratório Atalaia, em entrevista ao Jornal Opção, a toxina produzida impacta nas transmissões do nervo para o músculo, o que causa paralisia na musculatura.

Segundo o especialista, a bactéria precisa de ambiente sem oxigênio para se reproduzir, e normalmente, está presente em alimentos malconservados, como enlatados amassados ou fora do prazo de validade. O médico informa, porém, que, atualmente, a forma mais comum de transmissão da doença é através dos embutidos produzidos artesanalmente.

Médico Alberto Chebabo – Foto: Divulgação

“Estamos em uma fase em que as pessoas acham que comida produzida em casa é mais saudável, o que na maioria das vezes é verdade, mas é preciso manter sempre os padrões adequados de produção”, alerta. Neste cenário, os embutidos fabricados artesanalmente, merecem o dobro de atenção dos consumidores, já que a bactéria vive no intestino do boi e pode gerar contaminação, caso o processo de fabricação não seja adequado.

Riscos e tratamento

Como a toxina afeta e paralisa os músculos, há a possibilidade de os músculos responsáveis pela respiração serem afetados, o que resulta em morte por falência respiratória. Por isso, após o aparecimento dos sintomas, que surgem em aproximadamente 12 horas após a ingestão do alimento contaminado, é preciso rápida ação. “É feito um antídoto que consegue reverter o quadro”, explicou o especialista.

Desta forma, as medidas incluem o soro que desativa a toxina, além de tratamento relacionado às possíveis complicações.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.