“Bolsonaro definitivamente diria para as pessoas não olharem para cima”, diz autor do filme da Netflix

Declaração veio após o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, comparar o meteoro do filme ao Partido dos Trabalhadores (PT), em um artigo escrito para O Globo

Em um artigo para O Globo, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, usou como metáfora para se referir ao Partido dos Trabalhadores o mais recente filme da Netflix, Não Olhe para Cima. Na trama, cientistas descobrem que um meteoro com capacidade de destruir o planeta se aproxima da Terra. O ministro disse que no Brasil, o meteoro seria o PT.

No filme de Adam McKay, após os cientistas descobrirem a aproximação do meteoro, eles tentam alertar as autoridades e a população para que algo seja feito para evitar a catástrofe. Contudo, mesmo com as evidências científicas, o mundo se divide entre os que acreditam nos cientistas e os negacionistas que afirmam que tudo é uma mentira e negligenciam a realidade e os fatos.

Quando o corpo celeste se aproxima do planeta e fica visível a olho nu, os cientistas imploram para que as pessoas olhem para cima e vejam a verdade. Do outro lado, os negacionistas se mantêm firme no discurso e insistem que cidadãos não olhem para cima. Em sua conta no Twitter, Adam McKay respondeu o ministro dizendo que “só para esclarecer, Bolsonaro definitivamente diria para as pessoas não olharem para cima. Sem dúvidas”, disse.

A trama serve muito bem como uma alegoria para a situação pandêmica do Covid-19 e desde que chegou a plataforma de streaming Netflix vem sendo amplamente comentada na internet. Os internautas relacionaram os personagens de Leonardo DiCaprio, Jennifer Lawrence, Jonah Hill e Meryl Streep à personalidades brasileiras, como o do presidente Jair Bolsonaro e o cientista Atila Iamarino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.