Bolsonaro cita goianos ao dizer que “não se pode fazer mais piadas hoje em dia”

Frase foi dita durante uma entrevista em um evento da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Presidenciável também criticou a Agência Nacional de Inteligência

Foto: Nathan Sampaio

O deputado e pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) esteve nesta quarta-feira (5/7) na Confederação Nacional da Indústria (CNI) e, durante uma entrevista, reclamou sobre os processos que tem sofrido por racismo, citando, inclusive, os goianos em sua fala.

“Estamos presos ao politicamente correto. No dia 13 de maio, nos quartéis, a gente fazia a pelada entre brancos e afrodescendentes, sem problema nenhum […] Estão tirando a nossa alegria de brincar com gaúcho, cearense, de fazer piada com goiano. Não posso fazer mais piadas.”

O presidenciável também não poupou palavras ao falar da atuação da Agência Nacional de Inteligência (Abin), controlado pelo Gabinete de Segurança Institucional, pasta chefiada pelo general Sérgio Etchegoyen. Para ele, o órgão demorou a agir durante a greve dos caminhoneiros, que aconteceu em maio.

“Comigo não teria acontecido o problema dos caminhoneiros, porque a gente teria uma inteligência diferente da praticada hoje em dia pela Abin”, disse. “Vocês podem ver. O brasileiro não tem capacidade de antecipar aos problemas. O prejuízo? É muito maior do que se possa imaginar”, conclui Bolsonaro.

Deixe um comentário