Morno, primeiro debate é marcado por apresentação pessoal e discussão de propostas

Bittencourt e Vecci se destacam com propostas técnicas para Goiânia. Pré-candidatos do PTB e PSDB criticaram demagogia e populismo 

Pré-candidatos Giuseppe Vecci e Luiz Bittencourt; moderador Oloares Ferreira; pré-candidatos Vanderlan Cardoso e Adriana Accorsi

Pré-candidatos Giuseppe Vecci, Francisco Júnior e Luiz Bittencourt; moderador Oloares Ferreira; pré-candidatos Vanderlan Cardoso e Adriana Accorsi

A Rádio Sucesso FM realizou, na manhã desta terça-feira (28/6), o primeiro debate entre os pré-candidatos a prefeito de Goiânia. Comandado pelo jornalista da Rede Record Oloares Ferreira, o debate teve a presença de Adriana Accorsi (PT), Luiz Bittencourt (PTB), Giuseppe Vecci (PSDB), Vanderlan Cardoso (PSB), Francisco Júnior (PSD) e Delegado Waldir (PR).

Moderado, o encontro não presenciou confronto direto entre os postulantes. Houve discussões sobre Goiânia e de algumas propostas iniciais para diversas áreas. Neste sentido, engenheiro Luiz Bittencourt e o deputado federal Giuseppe Vecci se destacaram dos demais ao focarem suas intervenções na apresentação de projetos técnicos.

As abordagens foram diferentes: o petebista voltou a apostar no discurso radical de que vai acabar com o excesso de cargos comissionados ao propor gestão 100% técnica. Já o tucano preferiu relembrar cases de sucesso da gestão do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), da qual fez parte durante vários anos.

A petista Adriana Accorsi falou sobre seu trabalho como delegada, atuação na Assembleia e da gestão de seu pai, Darci Accorsi. Ela defendeu maior participação social nas decisões da administração pública e defendeu obras da gestão Paulo Garcia (PT), que, inclusive, tem pagado os servidores em dia — ao contrário de diversos entes da federação.

Do PSB, Vanderlan Cardoso destacou os feitos de sua administração em Senador Canedo, marcada por mudanças estruturais no município. Ele se coloca como candidato “terceira via”. Ao final, sugeriu que foi melhor prefeito da história de Senado Canedo e queria fazer o mesmo por Goiânia.

O deputado estadual Francisco Júnior (PSD) mostrou conhecer os problemas de Goiânia e evitou se confrontar com qualquer outro pré-candidato. Lembrou que foi vereador pela capital, presidente da Câmara Municipal e também secretário de Planejamento — da gestão Iris Rezende (considerado pré-candidato, mas que não apareceu no debate).

Os pré-candidatos do PSOL e Rede Sustentabilidade, Flávio Sofiati e Djalma Araújo, não foram convidados para o debate.

Confronto técnico x populismo

O momento mais quente do debate foi o confronto entre Luiz Bittencourt e Delegado Waldir. O petebista perguntou quais eram as propostas de Waldir para resolver o caos do transporte coletivo. Depois da resposta, Bittencourt afirmou que o deputado não havia respondido de forma clara seu questionamento.

“Queremos respostas objetivas e menos discurso populista”, alertou Bittencourt.
Acuado, Delegado Waldir ficou desajeitado e disse que ainda está fazendo seu plano de governo com ajuda de alguns técnicos. O pré-candidato do PR disse que na hora certa irá apresentar suas propostas.

Bittencourt lembrou, ainda, que a história já mostrou inúmeras vezes que candidatos populistas são um verdadeiro desastre e não resolvem, ficando apenas no discurso. Waldir tentou passar a imagem de que foi vítima no debate e pediu respeito pelos mais 200 mil votos que conquistou na eleição para deputado federal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.