Bettina, a moça que tem R$ 1 milhão, vira meme, mas também gera críticas sérias pela internet

Propaganda de moça de 22 anos que conseguiu 1,4 milhão em três anos se tornou viral na rede

Foto: Reprodução

Se você entrou no Youtube na última semana, provavelmente viu um anúncio que começa assim: “Oi. Meu nome é Bettina, eu tenho 22 anos e um milhão e 42 mil reais de patrimônio acumulado.”

A moça que protagoniza a publicidade, loira de cabelos longos, que fala sobre a facilidade em conseguir sucesso na bolsa de valores, logo virou “meme” pela superexposição – ela diz ter iniciado com R$ 1.520 e chegou ao montante atual em só três anos.

Brincadeiras

Pela rede mundial de computadores, a internet, as brincadeiras se proliferaram (mais rapidamente que o suposto milhão de Bettina). “Oi. Meu nome é Rithely, tenho 22 anos e já tenho R$ 1,42”, disse uma usuária do Twitter. Já a Yasmin Martins tuitou: “Será que se eu investir meus R$ 26 eu fico milionária igual a Betina?”

Procede?

Apesar dos memes e brincadeiras, o CEO da consultoria da qual Bettina Rudolph trabalha, Felipe Miranda, diz que a história do vídeo é real. Inclusive, uma internauta disse ter achado os rastros do dinheiro.

A escritora e novelista Daniela Abade, publicou o seguinte: “Vamos lá, não fazia ideia de quem era essa Bettina de 1 milhão até aparecer na Timeline home. Mas vcs são muito incompetentes como stalkers e eu tô presa no táxi numa São Paulo chuvosa então fiz o trabalho que vcs deveriam ter feito. Segue: Nome dela é Bettina Dick Rudolph. A empresa que ela tem com maior capital tem como sócios o pai, Joachim, a mãe, Diana e o irmão Thomas. Coisa de 535 mil reais. A outra empresa dela tem capital social de 100 mil reais (sic)”.

Crítica

Neste sábado, 16, o consultor e professor de marketing, Rafael Rez, publicou um artigo sobre o tema Bettina, em seu Facebook. Intitulado “Os grandes lucros são feitos de gente deslumbrada”, o texto afirma que a empresa vende promessas de resultados mirabolantes na Bolsa de Valores e que, inclusive, o mercado já reclamou de sua postura.

Porém, segundo ele, essa situação continua, porque “a fé de quem deseja ser enganado é inabalável”.

Também conforme ele, pessoas de fé inabalável são pessoas deslumbradas. “Gente que acredita em promessas mirabolantes, em segredos ocultos, em macetes e atalhos para chegar a resultados que sabidamente exigem esforço”, escreve.

Sobre o sucesso de Bettina, inclusive, ele diz ser “absolutamente implausível. Alguns especialistas em investimentos inclusive já prometeram doar R$ 20.000 caso Bettina mostre as notas de corretagem provando os feitos”.

Resposta

Após toda a repercussão, a empresa também resolveu se posicionar (com mais publicidade). Confira:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Brasileiro até perdoa a mentira, mas não a riqueza alheia.

sergio ferraz

Não é impossível de acontecer mas é necessário ter maturidade e educação financeira para conseguir tão cedo, além de incentivo familiar, pois não temos essa tradição no nosso País, infelizmente o brasileiro prioriza o “agora” no lugar do amanhã, até por questão de sobrevivência mesmo, não fomos educados para planejar, dançamos conforme a música e realmente nos falta educação para lidarmos com finanças e esse é um dos motivos que bancos, montadoras e lojas de crediário ganham tanto dinheiro, contam com a falta de crédito e de eterno improviso das pessoas nas suas compras e empreendimentos.