Beira-Mar é condenado a mais 120 anos

Traficante apontado como um dos líderes do Comando Vermelho preso em 2002 já acumula mais de 250 anos de prisão

Condenado a 120 anos, Beira-Mar acumula mais de 250 anos de prisão | Foto: Vitor Abdala/Agência Brasil

Condenado a 120 anos, Beira-Mar acumula mais de 250 anos de prisão | Foto: Vitor Abdala/Agência Brasil

Após julgamento que durou mais de dez horas, o traficante Luiz Fernando da Costa, mais conhecido como Fernandinho Beira-Mar, foi condenado nesta quinta-feira (14/5) a mais 120 anos de prisão. Beira-Mar foi preso em 2002 e já acumula um total de 253 anos e seis meses de prisão.

O traficante, apontado como um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho, teria sido o mandante dos assassinatos de Eraldo Pinto Medeiros — traficante conhecido como Uê, líder da facção Amigo dos Amigos (ADA), rival do Comando Vermelho — e outros três integrantes da mesma quadrilha. Os crimes aconteceram durante rebelião no presídio de Bangu 1, no Rio de Janeiro, em 2002.

Todos os homicídios foram classificados como duplamente qualificados — por motivo torpe e sem possibilidade de defesa para a vítima. Beira-Mar negou responsabilidade, porém os jurados o consideraram culpado pelos crimes.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.