Base de Caiado se reúne pela primeira vez e aposta em “oposição pequena”

Nesta segunda-feira (15), deputados federais e estaduais eleitos na aliança caiadista tiveram a primeira reunião, durante almoço em uma churrascaria da capital

Foto: Jornal Opção

Deputados eleitos na coligação comandada por Ronaldo Caiado (DEM) são unânimes ao dizer que a base de sustentação do democrata na Assembleia Legislativa já iniciará o próximo mandato consolidada e com ampla maioria. “A oposição vai ser pequena”, adianta o Delegado Humberto Teófilo, parlamentar eleito no último dia 7.

Nesta segunda-feira (15), os deputados federais e estaduais eleitos na aliança caiadista tiveram a primeira reunião, durante almoço em uma churrascaria da capital. O encontro é o ponto de partida para tratar das articulações no Legislativo, tendo em vista o período de transição de governo que se inicia.

“Aqui não será o lugar para tratar de decisões ainda. É mais uma confraternização”, ponderou Delegado Waldir (PSL), deputado federal eleito com o maior número de votos em Goiás, em entrevista, durante o encontro.

Além da articulação para a construção de base forte, a presidência da Assembleia também começa a ser discutida entre os aliados. Apesar de já terem surgido outros nomes, Álvaro Guimarães é o mais cotado e já tem trabalhado para isso.

Apesar disso, alguns caiadistas preferem tratar do tema com parcimônia e evitam adiantar as articulações. “Vou discutir, está muito longe ainda e não decidi meu voto”, explicou Iso Moreira (DEM), durante entrevista ao Jornal Opção.

Vice-governador eleito e responsável pelas articulações na Assembleia, Lincoln Tejota (PROS)  aponta para o favoritismo de Álvaro, mas também não descarta outros nomes. “O Álvaro tem compartilhado esse sentimento, é um nome experiente e tem proximidade com Caiado. Mas temos outros bons nomes também”, explicou.

Sobre o assunto, o próprio Caiado afirmou que irá ouvir todos os aliados e disse que a decisão ficará por conta dos próprios parlamentares, “em total harmonia com o Executivo”. Questionado quanto à preferência ao nome de Álvaro, o governador eleito afirma que vê com bons olhos todos os possíveis candidatos, não havendo resistência a nenhum quadro. “Serei comunicado de quem for. Nesse momento, o foco principal é a transição do governo”, finalizou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.