A base do prefeito Rogério Cruz (Republicanos) na Câmara dos Vereadores se reuniu nesta quarta-feira, 8, para uma tentativa de apaziguar os ânimos após as semanas de intensos embates. Participaram da reunião 24 vereadores goianienses, em uma demonstração da articulação de Rogério em agenda afinada com Romário Policarpo , presidente da Câmara.

Na pauta, além da pacificação, está o esforço de aprovação de um aporte financeira para a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) e do Código de Posturas do município.

De acordo com informações apuradas pela reportagem, a reunião também pautou a data da última prestação de contas do prefeito na Câmara. A Lei Orçamentária Anual (LOA), que tramita no Legislativo, também deve ser abordado na conversação.

Na reunião, o secretário de Governo Jovair Arantes reaparece como articulador político do Paço, o que foi celebrado pelos vereadores presentes no encontro.

Participantes ouvidos pelo Jornal Opção destacam que a atuação proativa de Rogério foi evidente durante a reunião, quando ele enfatizou a importância da colaboração entre os parlamentares e convidou-os a dialogarem individualmente com Jovair Arantes.

No instagram, Cruz mencionou a reunião como “construtiva”e citou “continuar trabalhando em conjunto para trabalhar em prol do desenvolvimento da cidade e para promover uma Goiânia cada dia melhor para todos os goianienses”.

Entrevero com Vanguarda

A relação entre a Câmara de Goiânia e o Paço Municipal ficou estremecida nas últimas semanas após uma série de críticas do grupo Vanguarda. Como retaliação, servidores comissionados foram exonerados junto ao secretário de Economia Criativa, Diogo Franco, irmão do líder da turma.

Conforme apontou a coluna Bastidores, Rogério terá conversas individuais com os parlamentares do bloco. A dificuldade maior está justamente na retomada das conversações com Igor Franco (Solidariedade), líder do bloco, e Lucas Kitão (PSD)

Leia também:

Disputa na Câmara pode ter levado Prefeitura de Goiânia a exonerar 170 servidores 

Rogério Cruz vai redefinir espaços de vereadores no Paço