Banco do Povo reúne 170 coordenadores e agentes de crédito em encontro estadual

Instituição vai criar linha de crédito para universitários e criadores de peixe

Encontro Estadual de coordenadores e agentes de crédito do Banco do Povo de Goiás foi encerrado hoje

Estimular o empreendedorismo em tempos de crise econômica. Essa foi a principal mensagem repassada para os participantes do Encontro Estadual agentes de crédito e coordenadores realizado nos dias 6, 7 e 8, em Anápolis. Com o objetivo de preparar os agentes para atenderem da melhor forma os pequenos e microempreendedores que precisam de crédito para montar seu próprio negócio, a solenidade contou com palestras técnicas sobre Empreendedorismo feminino, formalização, motivação e Comunicação.

O superintendente do Banco do Povo, Danilo Rabelo, abriu a primeira palestra contando histórias de sucesso de empresários goianos que buscaram apoio da instituição e hoje conseguiram garantir renda e emprego.

De 2014 a 2016, o Banco do Povo de Goiás financiou um total de R$ 37.256.949,17, o que resultou em 10.623 empregos gerados e 6.103 contratos efetuados em todo o estado.  Na ocasião, Rabelo anunciou para este mês a apresentação de uma série de melhorias na instituição.

“Esse encontro, para capacitar os agentes já está dentro deste pacote. Todos falando a mesma linguagem com o lema da eficiência e inovação”, diz o superintendente.  O objetivo é facilitar a concessão de crédito. “Com algumas medidas já conseguimos uma redução do tempo de concessão do crédito de 25 para 15 dias”, conta.

Realizado pelo Governo de Goiás, Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sebrae, o encontro contou com a parceria da Juceg, Federação das Associações Comerciais e Industriais de Goiás (Facieg), Federação da Indústria (Fieg) e Goiás Fomento.

Novidades

Entre as  políticas de ação da instituição estão uma nova regulamentação, uma nova instrução normativa e estruturação física no interior,  um novo conselho deliberativo e  a criação de novas linhas de crédito, como o Empreendedor Universitário e o Banco do Povo itinerante. Foi criado ainda o Dia do Empreendedor, a implementação do selo ISO 9001 e um novo planejamento estratégico.

“Vamos melhorar a linha de crédito e para o microprodutor rural, com destaque para a piscicultura”, explica Rabelo, ao revelar que o crédito poderá ser utilizado na compra de alevinos para a criação de tilápias.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.