Bancada do PMDB na Câmara consulta Iris sobre suposta insatisfação de vereadores com Paulo Garcia

Apenas dois dos seis políticos da legenda estiveram no escritório do ex-governador para saber a orientação diante de desgastes com o Executivo municipal

Para presidente da Câmara, Clécio Alves, insatisfação com o prefeito não existe. "É só procurá-lo e perguntar", sugeriu. Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção Online

Para Clécio Alves, não há insatisfação com o prefeito. “Se existe, não tenho conhecimento”, pontou presidente da Câmara. Foto: Marcello Dantas/Jornal Opção Online

Vereadores peemedebistas estiveram reunidos com o ex-governador Iris Rezende na manhã desta sexta-feira (9/5) para pedir orientação a respeito do posicionamento que deverá ser tomado na Câmara Municipal de Goiânia em relação ao prefeito Paulo Garcia (PT). O presidente da Casa, Clécio Alves, e Eudes Vigor estiveram no escritório político do ex-prefeito, na Avenida T9, no Setor Marista.

Conforme Eudes Vigor, parte da bancada estaria insatisfeita com a administração municipal e os vereadores foram buscar no ex-prefeito da capital o caminho a ser seguido. Foi ele quem convocou a reunião.

Outro ponto levantado é o de que o vereador e funcionário da Comurg Izídio Alves teria ficado insatisfeito com a indicação do novo presidente da companhia, Ormando José Pires Júnior (PT). A expectativa era a de que um peemedebista fosse nomeado. Alguns pronunciamentos de Clécio Alves estariam incomodando o Paço Municipal, situação que foi negada pelo presidente. “Tudo o que eu digo, falo com consciência e convicção”, avaliou.

A orientação de Iris teria sido a de que se mantenha a harmonia entre os poderes Executivo e Legislativo. No entanto, o presidente do diretório metropolitano, o vereador Mizair Lemes Júnior, afirmou que o líder não tem se manifestado sobre a relação entre Executivo e Legislativo. “Tem deixado todos à vontade.”

Negou tudo

Questionado, Clécio Alves disse desconhecer sobre a insatisfação de seus partidários com Paulo Garcia na Câmara. O presidente ainda discordou de que Izídio estaria desgostoso com a indicação de Ormando para a Comurg, já que além de ser funcionário de carreira, o petista é amigo de Izídio.

Justificando que a reunião entre Iris e a bancada não ocorreu por falta quórum, Clécio avaliou que pretende unir os integrantes do partido em prol do projeto político da legenda para vencer as eleições ao governo do Estado.

A reunião convocada por Eudes Vigor era para contar com os seis integrantes da bancada na Câmara: Célia Valadão, líder do prefeito; Mizair Lemes Júnior; Izídio Alves (escolhido e destituído da liderança de bancada em menos 20 dias) e Paulo Borges. No entanto, apenas Clécio e Eudes compareceram.

Críticas a Friboi

Outro assunto que teria entrado na pauta foi o apoio ao pré-candidato ao governo estadual do PMDB, o empresário Júnior Friboi. Ontem, na Câmara, diversas críticas foram direcionadas a ele. As falas vieram tanto de vereadores da oposição quanto dos da base durante discussão de projeto que prevê a negativação de contribuintes inadimplentes com a Prefeitura de Goiânia em órgãos de proteção ao crédito, como o SPC e o Serasa. Alguns afirmaram que empresas ligadas a Fribroi estariam no topo da lista de devedores de IPTU aos cofres do Paço. Nesta semana, a Secretaria da Fazenda (Sefaz) incluiu a JBS S.A. na dívida ativa do Estado por suposta sonegação fiscal.

Enquanto alguns peemedebistas o defendiam, Izídio comentou que o empresário “não era tudo aquilo” que os colegas estavam falando. O vereador comentou que foi a um velório em que Júnior Friboi estava presente e o tentou cumprimentar, mas alegou que o pré-candidato não o conhecia. “Não me conhece e nem conhece todos os vereadores do PMDB na Câmara e quer sair candidato”, reclamou.

Reunião com a base

Ao final da entrevista ao Jornal Opção Online, Clécio Alves relatou apressadamente que estava indo a outra reunião ainda nesta manhã entre a base do governo e o prefeito Paulo Garcia, no 6° andar do Paço Municipal.

De acordo com ele, o petista trataria de projetos que estão em apreciação e outros que devem ir ao plenário. A crise e a solução das falhas na coleta de lixo da capital foram abordados.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.