Balanço do governo mostra R$ 80 milhões de investimentos em unidades socioeducativas

Governador Marconi Perillo inaugura, na sexta-feira (19), Casa de Semiliberdade no setor Chácara do Governador

Casa de Semiliberdade no setor Chácara do Governador | Foto Marco Monteiro

O governo de Goiás investiu, em 2017, quase R$ 80 milhões na construção, ampliação e adequação de unidades socioeducativas para menores em conflito com a lei. São oito Centros de Atendimento Socioeducativos (Cases), e duas Casas de Semiliberdade. Uma será inaugurada na próxima sexta-feira (19/1), localizada no setor Chácara do Governador, em Goiânia.

As unidades são coordenadas por um grupo específico criado pela Secretaria Cidadã, o Grupo Executivo de Apoio à Criança e ao Adolescente (Gecria). Durante 2017, atuou na adequação, ampliação e reforma do Case de Goiânia, que já foi entregue e está funcionando, com investimento de R$ 2.870.768,10; e na conclusão e modernização do Case de Anápolis, também já em funcionamento, com capacidade de 66 vagas para o público juvenil masculino e 14 para o feminino.

O Gecriatrabalhou, também, na construção da Casa de Semiliberdade situada no setor Chácara do Governador, com investimento de R$ 736.072,99; na construção de uma Casa de Semiliberdade no setor Cidade Jardim, no valor de R$ 744.912,05, e deu andamento às obras dos Cases de Caldas Novas, Itaberaí, Porangatu, Rio Verde, São Luis de Montes Belos. Em Anápolis, o Centro Socioeducativo local já foi entregue.

Chácara do Governador

A Casa de Semiliberdade vai ofertar 20 vagas para menores do público masculino em conflito com a lei. Estão sendo investidos R$ 739 mil, em uma área de 298 metros, em padrões preconizados pelo Estatuto da Criança e Adolescente (ECA). Diferentemente do Case, na Casa de Semiliberdade os jovens vivem sob o seguinte regime: participam de atividades socioeducativas externas durante o dia, frequentam escolas e cursos de educação profissional, e retornam para dormir na casa. Nos Cases, o regime é fechado por um período de até três anos.

Deixe um comentário